Jerome Valcke (Foto: Vanderlei Almeida/ AFP)

Jérôme Valcke teve sua suspensão prorrogada pela Fifa (Foto: Vanderlei Almeida/ AFP)

RADAR/LANCE!
06/01/2016
11:06
Zurique (SUI)

O ex-secretário-geral da Fifa Jérôme Valcke teve sua suspensão de qualquer atividade ligada ao futebol prorrogada pela entidade. A câmara decisória do Comitê de Ética atendeu ao pedido da comissão de investigação e estendeu o gancho do francês por mais 45 dias. A decisão foi anunciada nesta quarta-feira.

Valcke havia sido suspenso em 8 de outubro por causa de investigações sobre envolvimento em corrupção. A punição inicial era de 90 dias e se encerra à meia-noite desta terça-feira. Por conta disso, o presidente da comissão de investigação do Comitê de Ética da Fifa, Dr. Cornel Borbély, pediu mais 45 dias de afastamento de Valcke das atividades ligadas ao futebol.

Em seu relatório enviado à câmara decisória, Borbély pede à entidade o banimento de Valcke por nove anos e multa de 100 mil francos suíços (cerca de R$ 400 mil) por ter violado alguns artigos do Código de Ética, como conduta (art. 13), lealdade (art. 15), confidencialidade (art. 16), conflitos de interesse (art. 19) e oferecer e receber presentes e outros benefícios (art. 20).

Agora o caso do francês será julgado pela câmara decisória do Comitê de Ética. Até esse dia, Valcke é considerado inocente das acusações.