icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/08/2015
11:41

A diretoria do Bayern de Munique bate o pé, diz que Müller não tem preço e que não vai vender o jogador. Mas o Manchester United está disposto a contratá-lo assim mesmo. Além da proposta de 85 milhões de euros (R$ 330 milhões), o time inglês está disposto a pagar um salário bem polpudo para seduzir o craque. A intenção dos Red Devils é oferecer 1,3 milhão de euros por mês (cerca de R$ 5 milhões), segundo o "Daily Mail".

Por ano, Müller desembolsaria algo em torno de R$ 60 milhões somente em salários, o que, na visão dos dirigentes ingleses, seria suficiente para convencê-lo a jogar na Inglaterra.

- Não é o Thomas que causou este furor, mas suas performances. Por tudo que aconteceu, não há nada que podemos fazer. O Rummenigge (presidente do clube bávaro) estava certo quando disse que ele é um jogador que não possui preço - disse o diretor esportivo do Bayern de Munique, Matthias Sammer, à "Sport Bild".

O United não quer nem pensar na chance de perder outro atacante. O clube negociava com Pedro, do Barcelona, mas viu o Chelsea entrar no negócio e acertar com o espanhol. O anúncio oficial foi nesta quinta-feira. Outro que está na mira é o russo Kokorin, do Dínamo Moscou, que também é cobiçado pelo Tottenham.

A procura desenfreada por um homem de ataque tem motivo. Os Red Devils perderam Robin Van Persie, que acertou com o Fenerbahçe, e Falcao García, que foi para o Chelsea, além do meia Di María, agora no PSG. Para o setor ofensivo, só Memphis Depay foi contratado. Por ora, Chicharito, que esteve emprestado na última temporada ao Real Madrid, volta ao elenco inglês.

Resta agora saber se o Bayern de Munique vai ceder à possível pressão de Müller, que terá ganhos impressionantes no Manchester United.

A diretoria do Bayern de Munique bate o pé, diz que Müller não tem preço e que não vai vender o jogador. Mas o Manchester United está disposto a contratá-lo assim mesmo. Além da proposta de 85 milhões de euros (R$ 330 milhões), o time inglês está disposto a pagar um salário bem polpudo para seduzir o craque. A intenção dos Red Devils é oferecer 1,3 milhão de euros por mês (cerca de R$ 5 milhões), segundo o "Daily Mail".

Por ano, Müller desembolsaria algo em torno de R$ 60 milhões somente em salários, o que, na visão dos dirigentes ingleses, seria suficiente para convencê-lo a jogar na Inglaterra.

- Não é o Thomas que causou este furor, mas suas performances. Por tudo que aconteceu, não há nada que podemos fazer. O Rummenigge (presidente do clube bávaro) estava certo quando disse que ele é um jogador que não possui preço - disse o diretor esportivo do Bayern de Munique, Matthias Sammer, à "Sport Bild".

O United não quer nem pensar na chance de perder outro atacante. O clube negociava com Pedro, do Barcelona, mas viu o Chelsea entrar no negócio e acertar com o espanhol. O anúncio oficial foi nesta quinta-feira. Outro que está na mira é o russo Kokorin, do Dínamo Moscou, que também é cobiçado pelo Tottenham.

A procura desenfreada por um homem de ataque tem motivo. Os Red Devils perderam Robin Van Persie, que acertou com o Fenerbahçe, e Falcao García, que foi para o Chelsea, além do meia Di María, agora no PSG. Para o setor ofensivo, só Memphis Depay foi contratado. Por ora, Chicharito, que esteve emprestado na última temporada ao Real Madrid, volta ao elenco inglês.

Resta agora saber se o Bayern de Munique vai ceder à possível pressão de Müller, que terá ganhos impressionantes no Manchester United.