icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/08/2015
17:22



Após 84 dias separados, Messi, Suárez e Neymar voltaram a jogar juntos uma partida oficial. Neste sábado, o trio MSN não conseguiu balançar as redes do Málaga. O "trabalho sujo" ficou para o zagueiro Vermaelen, que curtiu uma de atacante e garantiu a vitória do Barcelona sobre os andaluzes por 1 a 0, no Camp Nou.

O Barça, com muito sofrimento, segue na liderança do Campeonato Espanhol, com seis pontos em dois compromissos. Já o Málaga fica em 15º, com apenas um ponto.

Neymar tenta cruzamento. Bola respinga na mão de defensor rival (Foto: AFP)

 

Os três astros do Barcelona sentiram muita dificuldade no primeiro tempo. Neymar, que não esteve presente durante pré-temporada por conta de uma caxumba, participou com mais intensidade dos primeiros minutos, mas acabou errando muitos passes. Messi foi mais tímido do que o habitual. E Suárez reclamou, com razão, de um pênalti não marcado pelo árbitro Jaime Latre.

Como o MSN ainda não descarregou no 100%, a melhor chance dos catalães veio numa cabeçada de Mascherano. A bola acabou batendo no travessão do goleiro Kameni.

No ataque, Suárez recebe marcação dupla do Málaga (Foto: AFP)


A equipe da terra natal de Picasso resistiu bravamente e, de vez em quanto, saiu numa estocada rumo ao ataque.

O domínio absoluto do Barcelona não diminuiu durante os 45 minutos finais. O time da casa começou envolvendo o Málaga com tabelas e jogadas mais trabalhadas. Como não dava certo, o jeito, muitas vezes, foi tentar furar o bloqueio na base da força.

O tempo foi passando, o Barça martelando. Messi tentava de tudo quanto era jeito. Kameni respondia salvando a pátria andaluza. Foi preciso o zagueiro Vermaelen ir à frente para resolver o problema de gols. O belga aproveitou um rebote do chute de Suárez e completou para salvar os atuais campeões.





Após 84 dias separados, Messi, Suárez e Neymar voltaram a jogar juntos uma partida oficial. Neste sábado, o trio MSN não conseguiu balançar as redes do Málaga. O "trabalho sujo" ficou para o zagueiro Vermaelen, que curtiu uma de atacante e garantiu a vitória do Barcelona sobre os andaluzes por 1 a 0, no Camp Nou.

O Barça, com muito sofrimento, segue na liderança do Campeonato Espanhol, com seis pontos em dois compromissos. Já o Málaga fica em 15º, com apenas um ponto.

Neymar tenta cruzamento. Bola respinga na mão de defensor rival (Foto: AFP)

 

Os três astros do Barcelona sentiram muita dificuldade no primeiro tempo. Neymar, que não esteve presente durante pré-temporada por conta de uma caxumba, participou com mais intensidade dos primeiros minutos, mas acabou errando muitos passes. Messi foi mais tímido do que o habitual. E Suárez reclamou, com razão, de um pênalti não marcado pelo árbitro Jaime Latre.

Como o MSN ainda não descarregou no 100%, a melhor chance dos catalães veio numa cabeçada de Mascherano. A bola acabou batendo no travessão do goleiro Kameni.

No ataque, Suárez recebe marcação dupla do Málaga (Foto: AFP)


A equipe da terra natal de Picasso resistiu bravamente e, de vez em quanto, saiu numa estocada rumo ao ataque.

O domínio absoluto do Barcelona não diminuiu durante os 45 minutos finais. O time da casa começou envolvendo o Málaga com tabelas e jogadas mais trabalhadas. Como não dava certo, o jeito, muitas vezes, foi tentar furar o bloqueio na base da força.

O tempo foi passando, o Barça martelando. Messi tentava de tudo quanto era jeito. Kameni respondia salvando a pátria andaluza. Foi preciso o zagueiro Vermaelen ir à frente para resolver o problema de gols. O belga aproveitou um rebote do chute de Suárez e completou para salvar os atuais campeões.