Bernd Leno - Alemanha

Leno está confirmado como titular na Alemanha (Foto: Patrik Stollarz / AFP)

LANCE!
18/06/2017
20:05
Sochi (RUS)

A Alemanha chega para a Copa das Confederações com um time bastante diferente do que vem mandando nos jogos pelas Eliminatórias. O técnico Joachim Löw decidiu apostar em uma equipe alternativa, com muitos jovens. As grandes estrelas foram poupadas e o mais conhecidos são o meia-atacante Julian Draxler, do PSG, e o lateral-direito/volante Joshua Kimmich, que atua no Bayern de Munique.

A ideia do treinador é dar rodagem aos jogadores. Löw afirmou que pretende utilizar de três a quatro jogadores do atual grupo na próxima Copa do Mundo, no ano que vem, também na Rússia.

Nesta segunda-feira, a Alemanha encara a Austrália em sua estreia na Copa das Confederações, em Sochi. O único jogador confirmado no time titular pelo técnico Joachim Löw foi o goleiro Bernd Leno, do Bayer Leverkusen. Ele substitui Manuel Neuer, que foi mais uma estrela que ficou fora da competição. O comandante afirmou ainda que Ter Stegen, do Barcelona, deve começar jogando na segunda rodada, contra o Chile, na quinta-feira.

Joachim Löw - Alemanha
Löw quer dar mais rodagem aos jogadores (Foto: Patrik Stollarz / AFP)

- Todos podem evoluir, até jogadores como Draxler e Kimmich. Eles ainda não chegaram no auge, mas podem fazer isso. Esta competição não é um risco para nós. É uma chance de vermos uma nova geração para o time. Todos eles têm grandes qualidades e tiveram uma grande temporada no Campeonato Alemão. Não falta confiança para nós - disse.


Löw comentou ainda que o surgimento de uma nova geração na Alemanha é um fator natural.
- Nossas estrelas, que ficaram fora do torneio, não estão com medo. Essa é a competição em que os novatos precisam andar pra frente. E mesmo que sejamos os atuais campeões mundiais, sempre chega o tempo em que mudanças são necessárias. Temos que fazer o time crescer durante a competição. Isso nos fará bem, será uma experiência excelente. Penso que é bom para os mais experientes saber que há jogadores que irão substituí-los no futuro. Vejo isso de forma bastante positiva.