Aoresentação - San Lorenzo x Palestino

San Lorenzo e Palestino medem forças pela Sul-Americana (Foto: Montagem / LANCE!)

RADAR/LANCE!
19/10/2016
20:50
Buenos Aires (ARG)

Como duvidar do Palestino? Nesta quinta-feira, às 22h (de Brasília), o time chileno visita o poderoso San Lorenzo, no estádio Nuevo Gasómetro, com a árdua missão de surpreender novamente. O duelo será válido pela ida das quartas de final da Copa Sul-Americana.

Diante de seu torcedor, os argentinos precisarão manter a boa forma para ficarem entre os quatro melhores do torneio. Para isso, irão a campo amparados pela sequência positiva na temporada, onde estão em segundo no Argentino e brigam também nas quartas da Copa local. 

- Temos que ir a campo com os pés no chão. Estamos vivendo um momento muito especial, mas ainda não vencemos nada - frisou o lateral Mas.

O técnico Diego Aguirre deve fazer algumas alterações: Corujo, no lugar de Coloccini, e a volta do centroavante Blandi, derrubando Cerutti. Com isso, o provável time do Papa será composto por: Torrico; Corujo, Angeleri, Caruzzo, Mas; Mussis, Ortigoza, Cauteruccio, Belluschi Sebastián Blanco; Nicolás Blandi.

Confiança, confiança e confiança

Se a fase do San Lorenzo é ótima, a do Palestino não fica muito atrás. Além de também estar bem no nacional, a equipe chilena chega com outro status após eliminar o Flamengo, um dos favoritos do torneio. 

Amparado à surpreendente classificação, o Palestino vem com um discurso para lá de confiante, visando deixar o continente de queixo caído mais uma vez. 

- Sabemos que o San Lorenzo tem ótimos jogadores, que são muito bons individualmente. Eles têm mais tradição, mas depois termos eliminado o Flamengo, ganhamos uma motivação extra para encará-los de igual para igual. Vamos respeitá-los, mas dentro de campo é 11 contra 11 - disse o meio-campista Agustín Farías. 

Para o embate, o técnico Nicolás Córdova deve contar com a volta do argentino Franco Mazurek, recuperado de lesão. O provável time chileno é formado por: González; Sierralta, Luna, Vidal, Cereceda; Farías; Carvajal, Torres, Mazurek (Vidangossy); Benegas e Valencia.