Belgica x Italia (foto:AFP)

Itália é a seleção a ser evitada durante a fase de grupos da Eurocopa (foto:AFP)

LANCE!
18/11/2015
17:14
Rio de Janeiro (RJ)

Definidos os 24 participantes e os quatro potes da próxima Eurocopa, é hora de começar a confabular as probabilidades no sorteio marcado para o dia 12 de dezembro, no Palácio do Congresso, em Paris. Será que as bolinhas colocarão duas campeãs do mundo na mesma chave? Em contrapartida, elas também podem facilitar a vida de um dos cabeças de chave.

Sem a presença da Holanda, eliminada sem direito à repescagem nas últimas Eliminatórias, o segundo pote tem a Itália como a grande seleção a ser evitada por França, Espanha, Alemanha, Inglaterra, Portugal e Bélgica.

No terceiro grupo, no meio de times sem grande tradição, aparece a Suécia do atacante Ibrahimovic. Aos 34 anos, o craque, que talvez não alcance a próxima Copa do Mundo, terá a chance derradeira de mostrar ao mundo o quão é importante para o futebol e justificar os surtos narcisistas.

Ibrahimovic foi decisivo na repescagem contra a Dinamarca (FOTO: Jonathan Nackstrand / AFP)
Ibra foi decisivo na repescagem (FOTO: Jonathan Nackstrand / AFP)


Certamente, ter Ibrahimovic pela frente como adversário não será nada agradável para a turma dos cabeças de chave.

O quarto grupo tem outra seleção de um craque só: trata-se do País de Gales de Bale do atacante Bale. Jogador mais caro de todos os tempos (segundo a imprensa britânica), o astro do Real Madrid sabe que a Eurocopa é a grande chance de disputar um torneio internacional já que a Copa do Mundo reserva menos vaga e o caminho é bem mais tortuoso.

De resto, no pote 4, há a presença de equipes que figuram na Eurocopa pela primeira vez, como nas surpreendentes Islândia, Albânia e Irlanda do Norte.

A Eurocopa será disputada de 10 de junho a 10 de julho de 2016. Os dois ponteiros dos seis grupos se classificam para as oitavas de final junto com os quatro terceiros melhores colocados.

Bale
Bale é o grande destaque do País de Gales (Foto: AFP)


Confira como ficou a divisão:

Pote 1: França, Espanha, Alemanha, Inglaterra, Portugal e Bélgica

Pote 2: Itália, Rússia, Suíça, Áustria, Croácia e Ucrânia

Pote 3: República Tcheca, Suécia, Polônia, Romênia, Eslováquia e Hungria

Pote 4: Turquia, Irlanda, Islândia, País de Gales, Albânia e Irlanda do Norte

OPINIÃO:

Carlos Alberto Vieira - Editor do LANCE!

O grupo da morte necessariamente será aquele que tiver a Itália. E ficara ainda mais mortal se por acaso Suécia (por causa do Ibra) ou República Tcheca e Turquia caírem nele. O quadro mais tenebroso seria Alemanha, Itália, Republica Tcheca e Turquia. isso porque a Alemanha não anda essa coisa toda; a Itália é a Itália; e tchecos e turcos são bons e possuem um grau de rivalidade grande com os germânicos.

Pelo outro lado, um grupo muito baba seria com Portugal (o mais fraco do pote 1) tendo como adversários o trio Ucrânia, Eslováquia e Irlanda do Norte (Eire) que não deve ir a lugar algum.

Bernardo Cruz - Editor do LANCE!

A divisão de potes dá a impressão que zebra nesta fase de grupos será artigo de luxo. Ela teria a possibilidade de aparecer em uma formação de grupo da morte (ex: França, Itália, Suécia e Turquia). De todo modo, como no novo modelo os quatro melhores terceiros também avançam, fica difícil imaginar potências ou seleções tradicionais fora da fase mata-mata.

Acredito que a emoção propriamente dita na competição começará, justamente, quando os favoritos começarem a se encontrar nas partidas eliminatórias. De todo modo, a fase de grupos também vai proporcionar grandes clássicos de acordo com a divisão de potes.

Rodrigo Cerqueira - Editor do LANCE!

Em casa, a França deve chegar forte na Euro, assim como fez na Copa de 1998. Alemanha passa por uma transição, mas é um grande time, assim como a seleção espanhola. Duas seleções dependem de talentos individuais para brilharem, e isso pode acontecer: Portugal de Cristiano Ronaldo, e a Suécia de Ibrahimovic. E a Inglaterra vive ótima fase.

No mais, a Itália, hoje só mesmo pela tradição, pode sonhar com algo. Gostaria de ver um grupo da morte com Alemanha, Itália, Suécia e Turquia. Um grupo fácil seria França, Ucrânia, Romênia e Albânia.