Lateral-direito Buffarini

Lateral-direito Buffarini (à esquerda) tenta jogada pelo San Lorenzo em 2015 (Foto: Divulgação)

LANCE!
01/01/2016
15:35
São Paulo (SP)

Ficou ainda mais difícil para o São Paulo cumprir o desejo do técnico argentino Edgardo Bauza em contar com o lateral-direito Julio Buffarini, do San Lorenzo (ARG), em 2016. Nesta sexta-feira, o defensor de 27 anos anunciou a renovação de seu contrato com El Ciclón por mais quatro temporadas e agora só ficará livre no mercado entre o fim de 2019 e o início de 2020.

- Estou muito contente com a renovação do contrato. Eu ainda tinha dois anos pela frente, mas cheguei a um acordo com os dirigentes. Renovo porque estou estou em um grande clube, em que sinto muito bem e confortável. Se algum dia eu tiver que deixar o clube, será na hora certa. Converso muito com a minha família. Se eu sair, será desejando voltar a San Lorenzo um dia; Vivi muitas coisas boas e ruins aqui, das quais nunca vou esquecer - disse o ala.

A renovação também serve como manobra do San Lorenzo para proteger um de seus atletas mais valiosos e cobiçados por rivais no futebol sul-americano. Em 2015, o Grêmio chegou a procurar a equipe argentina por Buffarini, mas recuou diante da pedida de U$ 3 milhões (nos valores atuais, quase R$ 12 milhões). Ao estender o vínculo, o clube de Buenos Aires teve de aumentar o salário do lateral e, consequentemente, a multa rescisória.

Edgardo Bauza citou o desejo em levar Buffarini, com que conquistou a Copa Libertadores da América de 2014, ao São Paulo antes mesmo de ser apresentado pelo Tricolor. Outros nomes sugeridos pelo técnico foram o do zagueiro Matías Caruzzo e do volante Nestor Ortigoza. O último, inclusive, concedeu entrevista à Rádio Globo nesta semana e confessou a vontade de se juntar ao Patón no Morumbi na temporada de 2016.

Até o momento, o São Paulo não anunciou nenhuma contratação para o ano que começou nesta sexta. Nos próximos dias, entretanto, o clube paulista pretende concluir as negociações com o uruguaio Diego Lugano, do Cerro Porteño (PAR), e com o centroavante Kieza, do Shangai Shenxin (CHN).