Messi e Cristiano Ronaldo

Messi e Cristiano Ronaldo estiveram em todas as edições da seleção da temporada (Fotos: AFP)

LANCE!
11/01/2016
13:00
Zurique (SUI)

Nesta segunda-feira, a Fifa vai anunciar o ganhador da Bola de ouro, prêmio para o melhor jogador de 2015. Além do troféu para o craque, a entidade vai divulgar a seleção da temporada, com os 11 destaques, divididos por posições.

A equipe ideal é escolhida desde 2010, quando foi unificado o prêmio de melhor do mundo, concedido pela Fifa, com a Bola de Ouro, dado pela conceituada revista "France Football'. São escolhidos um goleiro, quatro defensores, três meias e três atacantes.

Barcelona e Real Madrid dominaram as seleções nas cinco edições que elas foram escolhidas. E alguns nomes figuraram como melhores de suas posições em todas elas. No ataque, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo são figurinhas mais do que carimbadas. O outro jogador que não saiu dos destaques foi o meia Andrés Iniesta, do Barcelona.

2010

O Barcelona dominou a seleção de 2010. O time catalão emplacou seis jogadores entre os 11 considerados ideais daquela temporada. Em seguida, veio a Inter de Milão, que faturou a Liga dos Campeões, com três indicações. O Real Madrid contou com dois nomes.

Iniesta - Barcelona (Foto: AFP)
Iniesta é outro que foi sempre indicado (Foto: Reprodução/Twitter)

Veja a equipe ideal:

Casillas (Real Madrid); Maicon (Inter), Lúcio (Inter), Piqué (Barcelona) e Puyol (Barcelona); Sneijder (Inter), Xavi (Barcelona) e Iniesta (Barcelona); David Villa (Barcelona), Messi (Barcelona) e Cristiano Ronaldo (Real Madrid).

2011

Se a Inter de Milão foi a 'intrusa' entre Barcelona e Real Madrid em 2010, desta vez foi o Manchester United a emplacar jogadores na seleção. Os Red Devils foram finalistas da Liga dos Campeões, mas perderam para o Barcelona por 3 a 1, na final.

Rooney marcou de letra (Foto: Oli Scarff / AFP)
Rooney estava entre os melhores de 2011 (Foto: Oli Scarff / AFP)

Novamente, os catalães foram quem mais cederam atletas ao time ideal: foram cinco nomes, contra quatro do Real e dois do Manchester United.

Veja a equipe ideal:

Casillas (Real Madrid); Daniel Alves (Barcelona), Vidic (Manchester Unied), Piqué (Barcelona) e Sergio Ramos (Real Madrid); Xabi Alonso (Real Madrid), Xavi (Barcelona) e Iniesta (Barcelona); Rooney (Manchester United), Messi (Barcelona) e Cristiano Ronaldo (Real Madrid).

2012

A conquista do Chelsea sobre o Bayern de Munique na final da Liga dos Campeões de 2012 não representou indicações de ambas às equipes para a seleção da temporada. Barcelona e Real Madrid seguiram soberanos.

Daniel Alves atuou por Barcelona e Sevilla na Espanha (Foto: AFP/Kirill Kudrayavtsev)
Daniel Alves estava na seleção de 2012 (Foto: AFP/Kirill Kudrayavtsev)

Catalães e Merengues emplacaram cinco nomes cada na equipe ideal da temporada. A única exceção foi o atacante Falcao García, do Atlético de Madrid. O colombiano fez inúmeros gols em 2012, inclusive dois na conquista da Liga Europa pelo Colchonero, na final espanhola vencida sobre o Athletic Bilbao, por 3 a 0.

Veja a equipe ideal:

Casillas (Real Madrid), Daniel Alves (Barcelona), Piqué (Barcelona), Sergio Ramos (Real Madrid) e Marcelo (Real Madrid); Xabi Alonso (Real Madrid), Xavi (Barcelona) e Iniesta (Barcelona); Falcao García (Atlético de Madrid), Cristiano Ronaldo (Real Madrid) e Messi (Barcelona).

2013

O Bayern de Munique faturou a tríplice coroa em 2013, na última temporada antes da chegada de Pep Guardiola ao clube. O ano perfeito dos bávaros foi recompensado na seleção de 2013, na qual havia três jogadores do clube alemão.

Manuel Neuer (Foto: Guenter Schiffmann /AFP)
Neuer foi o melhor goleiro de 2013 (Foto: Guenter Schiffmann /AFP)

Como de costume, o Barcelona teve o maior número de indicações, com quatro. Desta vez, um quarto time aparece na lista dos contemplados. O PSG, assim como o Real Madrid, teve dois nomes cada no time ideal. Naquela temporada, os franceses começaram a aparecer com mais destaque no cenário europeu.

Veja a seleção ideal:

Manuel Neuer (Bayern de Munique), Daniel Alves (Barcelona), Sergio Ramos (Real Madrid), Thiago Silva (PSG) e Philipp Lahm (Bayern de Munique); Xavi (Barcelona), Iniesta (Barcelona) e Ribéry (Bayern de Munique); Ibrahimovic (PSG), Messi (Barcelona) e Cristiano Ronaldo (Real Madrid).

2014

O ano de 2014 teve grandes atrativos para a escolha da seleção da temporada. O título alemão na Copa do Mundo do Brasil e a Décima conquista do Real Madrid na Liga dos Campeões.

HOME Gol do Thiago Silva - PSG x Dínamo de Kiev (Foto: Kenzo Tribouillard/AFP)
Thiago Silva foi indicado em 2014 (Foto: Kenzo Tribouillard/AFP)

A fraca participação da Espanha na Copa do Mundo deixou um nome 'certo' fora pela primeira vez: Xavi, o ícone do tiki-taka espanhol, que não funcionou no torneio, não figurou entre os 11 ideais. Por outro lado, a dupla de zaga da Seleção Brasileira no Mundial, David Luiz e Thiago Silva, foi indicada (o zagueiro ex-Fluminense não jogou o fatídico 7 a 1).

O Barcelona, pela primeira vez, não foi a equipe que mais contemplou jogadores na seleção da temporada. Somente Iniesta e Messi, que estiveram em todas as edições como os melhores, foram escolhidos.

A boa Copa do Mundo feita por Di María, pela Argentina, e Robben, da Holanda, foi crucial para a indicação da dupla para a seleção da temporada.

Veja a seleção ideal:

Manuel Neuer (Bayern de Munique); Sergio Ramos (Real Madrid), Thiago Silva (PSG), David Luiz (PSG) e Philipp Lahm (Bayern de Munique); Kroos (Bayern de Munique/ Real Madrid); Iniesta (Barcelona) e Di María (Real Madrid/ Manchester United); Robbem (Bayern de Munique), Cristiano Ronaldo (Real Madrid) e Messi (Barcelona).