Tuíte da CNN que causou a polêmica (Foto: Reprodução)

Tuíte da CNN que causou a polêmica (Foto: Reprodução)

LANCE!
07/11/2015
11:40
Munique (ALE)

Longe dos gramados desde março por causa de uma grave lesão, o meia Ribéry, do Bayern de Munique, voltou a ser notícia no fim do mês passado. Mesmo que de forma involuntária. Por isso, vai processar a emissora americana CNN. O Twitter do site da rede utilizou uma foto do craque fazendo crioterapia para ilustra a reportagem sobre uma mulher que morreu congelada ao fazer o tratamento.

Em entrevista à rádio francesa RMC, o advogado do jogador, Carlos Alberto Busa, admitiu que Ribéry deu a autorização para entrar com um processo contra a CNN. Segundo ele, houve uso da foto sem a autorização do jogador do Bayern de Munique.

- O senhor Franck Ribéry nunca deu o seu consentimento para a utilização de sua foto para esta publicação. Ele e sua família me instruíram a ir à Justica francesa por danos morais e pedir pelo menos US$ 1,5 milhão (R$ 5,6 milhões).

A técnica da crioterapia nada mais é do que utilizar gelo. Nesta técnica específica, a pessoa entra em uma câmara para colocar boa parte do corpo. Na notícia em questão, a mulher acabou morrendo congelada.

Aos 32 anos, o meia do Bayern de Munique tem sofrido muito com lesões. A atual é no tornozelo, e ele já não entra em campo desde março. O seu retorno não deve acontecer antes do fim deste ano. Há alguns meses, houve até especulações de que ele iria acabar se aposentando.