Real Madrid x Legia

Benzema e Marcelo participaram do segundo gol do Real (Foto: PIERRE-PHILIPPE MARCOU/AFP)

LANCE!
18/10/2016
18:40
Madri (ESP)

O Real Madrid pegou o adversário mais fraco do Grupo F da Liga dos Campeões da Europa e não fez nada além da obrigação. Nesta terça-feira, no Santiago Bernabéu, pela terceira rodada da chave, os Merengues bateram o lanterna Legia Varsóvia por 5 a 1; gols de Bale, Jodlowiec (contra), Asensio e Vázquez e Morata. Regular, Cristiano Ronaldo passou em branco, mas deu passe para dois gols dos anfitriões.

Os Blancos não ficam na ponta com o resultado. Em Lisboa, no José Alvalade, o Borussia Dortmund bateu o Sporting por 2 a 1 e ficou com o topo, superando o Real Madrid no saldo de gols, já que ambos somam sete pontos. Aubameyang e Weigl marcaram no triunfo dos alemães. Ex-Corinthians e Palmeiras, Bruno César descontou para os Leões, que acumulam três pontos e seguem em terceiro lugar.

Aubameyang - Sporting x Borussia Dortmund
Auba marca belo gol no Alvalade (PATRICIA DE MELO MOREIRA / AFP)

A falta que Casemiro faz ao Real Madrid chega a ser escandalosa. A ausência do volante brasileiro, lesionado, deixa a defesa exposta a qualquer contra-ataque. Sem poder de fogo, o Legia aproveitou o ponto fraco do adversário para colocar uma bola na trave e fazer o goleiro Navas salvar o Real Madrid nos dez minutos iniciais.

No decorrer do jogo, o Real Madrid não passou mais aperto. Bale abriu o placar logo após os sustos. Marcelo, com desvio da defesa polonesa, fez o segundo dos Blancos. A arbitragem creditou o gol ao zagueiro Jodlowiec.

O gol de Radovic, de pênalti, o primeiro do Legia em 21 anos na Champions, não afetou o desempenho ofensivo do Real Madrid. A facilidade na frente compensava os problemas defensivos. Asensio, recebendo de Cristiano Ronaldo, anotou o terceiro dos donos da casa, antes do intervalo.

No segundo tempo, o técnico Zinedine Zidane testou reservas, e a experimentação surtiu resultado. Morata cruzou na medida para Vázquez embalar o quarto do Real Madrid. Cristiano Ronaldo, em mais uma assistência, deixou Morata fechar o placar. 

Com a fatura garantida, os reservas dos Blancos mantiveram o ímpeto que ameaçava baixar na etapa complementar. Vitória tranquila e mais do que esperada. Borussia Dortmund e Real Madrid caminham a passos largos rumo às oitavas de final.