Venezuela x Argentina (Foto:AFP)

Añor passa pela marcação. Meia do Málaga fez um golaço contra a Argentina (Foto:AFP)

LANCE!
06/09/2016
22:24
Mérida (VEN)

"Sí, se puede" gritava a tribuna do Estádio Metropolitano de Mérida. Em campo, a lanterna Venezuela ouviu a arquibancada e chegou a fazer 2 a 0 na Argentina. "No, no se puede" responderam os hermanos, que igualaram o marcador para 2 a 2, nesta terça-feira, em duelo válido pela oitava rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo.


Com o resultado, a Argentina, que não teve Messi e Dybala, deixa a liderança da competição e vai para 15 pontos. Sem vencer no torneio, a Venezuela segue na lanterna, com apenas dois.

A Argentina subestimou a Venezuela. Os hermanos se sentiram muito à vontade, quase certos de que marcariam a qualquer momento, sem passar nenhum perrengue. A Vinho Tinto tinha como aliado o gramado esburacado. O campo atrapalhava o toque de bola dos albicelestes e ajudava nas ligações diretas do time da casa.

Já que a Argentina não conseguia se impor, a Venezuela fez a sua parte como dona da casa. Em jogada individual, Añor passou pela marcação e colocou no ângulo de Romero. Um golaço para presentar os 40 mil torcedores no Estádio Metropolitano.

Venezuela x Argentina (Foto:AFP)
Venezuela chegou a sentir o gosto da vitória (Foto:AFP)


A Venezuela passou a jogar de forma organizada, como uma defesa segura, pela primeira vez nas Eliminatórias, e um ataque eficaz. Do outro lado, os argentinos se perderam completamente em todos os setores. No início do segundo tempo, Rojo escorregou e abriu espaço para Josef Martínez ter a tranquilidade de ampliar.

Na base da vontade, Pratto, com um gol tão feio quanto o futebol da Argentina no primeiro tempo, descontou para os visitantes. A atual vice-campeã do mundo se empolgou, ficou mais ligada no jogo, foi à frente, mesmo muita inspiração. A Venezuela se segurou demais e começou a falhar muito.

Os hermanos conseguiram o empate. Em bola aérea, Otamendi apareceu no meio da zaga venezuelana e deixou tudo igual. Ainda dava tempo de uma virada. Mas quem quase chega à vitória foi a Venezuela. No último minuto, Romero soltou a bola na cara de Villanueva, que completou na trave.

FICHA TÉCNICA:

VENEZUELA 2 x 2 ARGENTINA

Local: Estádio Metropolitano, em Mérida (VEN)
Data e hora: 6 de setembro de 2016, às 20h (horário de Brasília)
Árbitro: Roddy Zambrano (ECU)
Assistentes: Christian Lescano e Byron Romero (ECU)
Cartão Amarelo: González (VEN); Otamendi, Mascherano, Funes Mori (ARG)
Cartão Vermelho: - 
Gols: Añor, 35'/1ºT (1-0), Josef Martínez, 9'/2ºT (2-0), Pratto, 12'/2ºT (2-1), Otamendi, 36'/2ºT (2-2)

VENEZUELA: Daniel Hernández; González (García, 26'/2ºT), Vizcarrondo, Velázquez e Villanueva; Tomás Rincón, Flores, Añor e Peñaranda; Josef Martínez (Koufatti, 33'/2ºT) (Del Valle, 35'/2ºT) e Rondón. Técnico: Rafael Dudamel.

ARGENTINA: Romero, Zabaleta, Otamendi, Funes Mori e Rojo (Gaitán, 35'/2ºT); Mascherano, Biglia (Alario, 26'/2ºT), Banega, Lamela (Correa, 21'/2ºT) e Di María; Pratto. Técnico: Edgardo Bauza.