Gianni Infantino

Infantino esteve na Colômbia nesta segunda-feira (Foto: Jose Miguel Gomez / AFP)

LANCE!
03/10/2016
19:16
Bogotá (COL)

Em passagem pela Colômbia, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, defendeu que a Copa do Mundo de 2026 tenha 48 participantes, em vez de 32 no atual formato. Os maiores beneficiados seriam a África e a Ásia, que teriam mais seleções. O mandatário sugeriu, durante a eleição para o cargo máximo da entidade, que o Mundial tivesse 40 equipes.

- O nosso papel é desenvolver o futebol e, por isso, durante a minha campanha, propus um Mundial em 2022 com 40 equipes, oito a mais do que atualmente - disse Infantino.

Gianni Infantino
Infantino defende aumento de seleções (Foto: Luis Robayo / AFP)

O mandatário da Fifa afirmou ainda que o formato da Copa do Mundo teria que mudar devido ao aumento em 16 equipes, o que poderia deixar a competição muito longa. Infantino explicou como ficaria o torneio.

- Os 16 melhores se classificam para a fase de grupos do Mundial. Os 32 restantes jogariam uma partida, um playoff, três dias antes de começar o campeonato para determinar os outros 16. Assim teríamos os 32 finalistas - informou o presidente.