Gianni Infantino, presidente da Fifa (Foto: MICHAEL BUHOLZER / AFP)

Gianni Infantino, presidente da Fifa desde fevereiro deste ano (Foto: MICHAEL BUHOLZER / AFP)

LANCE!
06/09/2016
18:29
Zurique (ALE)

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, insiste que a Copa do Mundo deve ter o número de seleções ampliado de 32 para 40. Em entrevista ao canal "Sky Sports" nesta terça-feira, lembrando o exemplo da última Eurocopa, o mandatário afirmou que o aumento beneficiará o crescimento do futebol.

- Minha opinião não mudou. Temos de debater e perceber o que será melhor para o futebol. Nada é definitivo. Acredito que um Mundial com 40 equipas será positivo para o crescimento do futebol. Confirmamos isso nesta Eurocopa de França, que teve mais oito equipes - colocou o dirigente ítalo-suíço.

Infantino também é simpático à ideia de um país da Concacaf (América Central, América do Norte e Caribe) como organizador da Copa do Mundo de 2026. Estados Unidos (1994) e México (1970 e 1986) já tiveram o privilégio.

- Estes assuntos deverão ser desenvolvidos durante o congresso da Fifa em outubro, porém, a decisão sobre o anfitrião do Mundial de 2026 só será conhecida em maio de 2020 - adiantou o presidente.