Que massacre! Barcelona atropela a Roma por 6 a 1 na Liga (Foto: AFP / PAU BARRENA)

Em números de vitórias como mandante na Liga, Barcelona fica atrás só do Real Madrid (Foto: AFP / PAU BARRENA)

RADAR / POOL / Mundo Deportivo
25/11/2015
17:56
Barcelona (ESP)

A plenitude técnica do Barcelona segue cada vez mais forte na Liga dos Campeões. Além das nove vitórias em nove partidas disputadas, a equipe de Luis Enrique alcançou na terça-feira a marca de 100 vitórias no Camp Nou na história da maior competição continental. Os blaugranas estão atrás apenas do Real Madrid, com 143 triunfos como mandantes, e o Manchester United está no terceiro lugar, com 93 vitórias no Old Trafford.

Fazendo seu primeiro jogo no Camp Nou Taça dos Clubes dos Campeões Europeus 1959/60, a equipe "estreou" em seu estádio com uma goleada por 6 a 2 sobre o CSKA Sofia (BUL). Após esta partida, vieram 99 vitórias, 22 empates e apenas 12 derrotas.

A goleada da "estreia" só foi superada pelo Barça décadas depois, quando a equipe viu Lionel Messi marcar cinco gols no histórico 7 a 1 sobre o Bayer Leverkusen (ALE). O novo recorde, estabelecido na edição de 2011-12, quase foi alcançado novamente por duas vezes. Com direito a três gols de Neymar, o Barça fez 6 a 1 sobre o Celtic (ESC) dois anos depois, e na terça-feira, a Roma também quase entrou para a história do clube catalão por um placar dilatado.

Porém, o 6 a 1 teve sua importância histórica: após quatro duelos, a equipe italiana saiu derrotada pela primeira vez para o Barcelona na Liga dos Campeões. Antes, foram dois empates e uma vitória da Roma em confrotnos entre as duas equipes.

A maior vítima blaugrana no Camp Nou pela Liga dos Campeões continua a ser o Milan, derrotado cinco vezes. Galatasaray, Panathinaikos, Porto, Celtic, Inter, Dinamo Kiev, Shakhtar Donetsk, Sparta Praga e Bayer Leverkusen têm três derrotas cada no estádio.


O Barça não perde pela Liga dos Campeões em casa desde 1º de maio de 2013, no amargo 3 a 0 imposto para Bayern de Munique. De lá para cá, a equipe obteve 13 vitórias e apenas um empate, com o Atletico de Madrid. Bom presságio para estar na final em Milão?