D'Alessandro (Foto: Divulgação)

D'Alessandro volta a defender River no Monumental diante do Godoy Cruz (Foto: Divulgação)

RADAR / POOL / Olé (ARG)
17/02/2016
19:32
Buenos Aires (ARG)

Era 3 de fevereiro, uma manhã tranquila para qualquer torcedor do River Plate. O técnico Marcelo Gallardo estava ajustando os últimos detalhes para a estreia da equipe no Campeonato Argentino, contra o Quilmes, e Ivan Alonso parecia ser a última cara nova. Porém, uma bomba surgiu: o retorno de D'Alessandro, que entre lágrimas, se despedia do Internacional para voltar ao seu clube de coração.

Muitas recordações passaram pela cabeça dos que o viram defender o clube em sua juventude e, 12 anos depois, D'Ale voltava a pisar no Monumental de Nuñez. Mas sua partida de estreia foi em Córdoba, com uma derrota por 3 a 2  para o Belgrano. Desta vez, porém, Gallardo voltou a inclui-lo entre os relacionados para receber o Godoy Cruz, cumprindo nesta quinta-feira seu reencontro definitivo com a torcida dos Millionarios em Nuñez. 

Novamente, com a camisa dos Millionarios, diante de sua gente. Cerca de 12 anos depois de ter se despedido em 6 de julho de 2003, com uma derrota por 3 a 1 para o Racing, mas com o título do Clausura.

Por mais que tenha voltado ao gramado do Monumental com as camisas do San Lorenzo e da seleção da Argentina, este sim será um verdadeiro reencontro para D'Alessandro. Mesmo que esteja, no momento, ostentando a camisa 22 em vez da clássica 10, Andrés não vê a hora de chegar ao gramado e escutar a calorosa reverência, para continuar a escrever sua história de amor com o River Plate.