RADAR/LANCE!
10/10/2016
17:41
Amsterdã (HOL)

Rivais diretos na briga pela liderança do Grupo A das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, Holanda e França se encontraram na tarde desta segunda-feira, na Amsterdã Arena. Apesar de jogar longe de seus domínios, os franceses venceram a equipe laranja por 1 a 0,  em jogo válido pela terceira rodada da competição.

Melhor durante os minutos iniciais, a França chegou perto de abrir o placar com Gameiro. O atacante do Atlético de Madrid arriscou de longe e exigiu boa defesa de Stekelenburg. Apostando nos contra-ataques, os donos da casa encontraram dificuldades para sair de seu campo de defesa e o técnico Danny Blind ainda foi forçado a mexer na sua equipe logo no primeiro tempo. Lesionado, Promes deu lugar a Memphis Depay.

A partir de então, a Holanda conseguiu equilibrar a partida. Após cobrança de falta pelo flanco direito, Van Dijk quase abriu o marcador, não fosse o corte preciso de Varane. Entretanto, a França não demorou para responder, primeiro com Sissoko, que mandou para fora, e depois com Pogba, que arriscou de longe e colocou os visitantes em vantagem no placar.

Na segunda etapa, Gameiro voltou a ter grande oportunidade, mas parou novamente em Stekelenburg. Na sequência, Griezmann mandou por cima do travessão. Pressionando e com maior poder ofensivo, a França ainda desperdiçou boas chances de ampliar. No finalzinho do jogo, a Holanda assustou com o chute de Memphis Depay, mas não foi o suficiente para evitar a derrota em casa. 

Com o resultado, a França chegou aos sete pontos e assumiu o topo do Grupo A. Nos outros jogos da chave, a Suécia venceu a Bulgária por 3 a 0, e alcançou a mesma pontuação dos franceses. Também nesta segunda, Belarus e Luxemburgo empataram em 1 a 1, e seguem como os últimos colocados na tabela, atrás de Holanda e Bulgária, que são terceiro e quarto, respectivamente.


GRUPO H

A Bélgica não teve dificuldades para vencer o Gibraltar. Fora de casa, os Diabos Vermelhos confirmaram o favoritismo, golearam por 6 a 0, e mantiveram os 100% de aproveitamento nas Eliminatórias. O primeiro gol, marcado por Benteke aos sete segundos, foi o mais rápido da história das Copas do Mundo, contando eliminatórias e fase final da competição.

No primeiro tempo, os outros gols foram marcados por Witzel e Benteke. Na etapa complementar, o atacante do Crystal Palace voltou a balançar as redes, mas, desta vez, anotou um belo gol de letra. Mertens e Hazard completaram a goleada.

Pela mesma chave, a Bósnia bateu o Chipre por 2 a 0, e a Grécia, fora de casa, venceu a Estônia pelo mesmo placar. Bélgica e Grécia lideram o grupo com nove pontos, mas os comandados de Roberto Martinez levam vantagem pelo saldo de gols.