Apesar de suspenso, Platini formalizou candidatura (Foto: Fabrice Coffrini / AFP)

Platini ainda tenta concorrer à eleição na Fifa (Foto: Fabrice Coffrini / AFP)

LANCE!
24/11/2015
10:42
Zurique (SUI)

O presidente da Uefa, Michel Platini, pode ser banido de todas as atividades ligadas ao futebol. Isso porque a Câmara de instrução do Comitê de Ética da Fifa vai pedir a exclusão do ex-jogador por corrupção, segundo revelaram os advogados do cartola à agência de notícias "EFE". O francês é investigado por ter recebido um pagamento supostamente ilícito de Joseph Blatter.

Platini já está punido provisoriamente por três meses pelo Comitê de Ética, que concluiu as investigações sobre o francês e o suíço e solicitou sanção a ambos. Citando a privacidade e presunção de inocência, o órgão não revelou as punições que foram recomendadas aos cartolas.

A Câmara Adjucatória do Comitê, responsável pelo julgamento, revelou que vai 'decidir sobre a chance de instaurar processos formais no seu devido tempo' contra os dirigentes. A comissão costuma punir cartolas por muitos anos. O norte-americano Chuck Blazer e Jack Warner, de Trinidad e Tobago, foram os únicos banidos para toda a vida. Thomas Clay, advogado de Platini, ainda acredita que ele será ouvido antes da decisão do Comitê, que será anunciada em dezembro.

As investigações sobre Blatter e Platini versam sobrem um pagamento supostamente ilícito de US$ 2 milhões feito pelo suíço ao presidente da Uefa. Os dirigentes recorreram de suas suspensões, mas os recursos foram negados. O francês, por sua vez, foi até a Corte Arbitral do Esporte, que deve julgar o seu caso até o fim de novembro.