Nolito vem fazendo excelente temporada com o Celta (Foto: Miguel Riopa / AFP)

Nolito bem que tentou, mas não conseguiu sair do Celta (Foto: Miguel Riopa / AFP)

Francesc Aguilar / POOL LANCE! / Mundo Deportivo
27/01/2016
12:37
Barcelona (ESP)

Nolito não assinará com o Barcelona no mercado de inverno. Isto já está consumado. O clube "blaugrana" não quer correr contra o tempo (o prazo para registrar jogadores se esgota na próxima segunda-feira), mesmo tendo seus aparelhos de fax e computadores em ordem.

Com isto, o grande reforço do Barcelona será Munir, promissor atacante que está de volta à equipe no qual se profissionalizou e ascendeu rapidamente à seleção da Espanha. Dizem que Luis Enrique se "conformou" ao ver que o Barça não mediu esforços para contar com Nolito e lidar com a análise das contas do clube.

Caso a análise das contas não chegue a uma conclusão, os sócios do Barcelona já têm armas para ajustar as contas e pedir seu adeus. Não disseram nada de um Nolito que fez o possível para conseguir sua saída do Celta antes de partir rumo ao Benfica.  

O craque nascido em Sanlúcar de Barramenda deve ter o prêmio de ser convocado por Vicente del Bosque para a Eurocopa da França por méritos próprios. Porém, atuou mal nos últimos meses para ver se esvair sua grande chance de por o broche de ouro de sua carreira como jogador de futebol. É o grande de perdedor deste filme, salvo que o Celta volte atrás, aceitando liberá-lo para o Barcelona.

Não, não parece que vão acertar com ninguém para compensar Luis Enrique. O técnico do Barça queria Nolito, e mais ninguém. Robert Fernández tinha alternativas, mas não teve oportunidade sequer de mostrar à comissão técnica. Não entendemos de números, mas é espantoso que se venda Pedro ao Chelsea e não possa contratar Nolito por um pouco mais da metade de seus direitos. Parece que a comissão técnica fez "caixa" para as importantes inversões que vêm ao fim da temporada, em forma de renovação dos craques, com Neymar na cabeça. 

O que fica claro é que agora se vivem as últimas consequências da injusta sanção da Fifa pelo tema das contratações de menores. O certo é que dispensaram Arda Turan e Vidal, mas o elenco estava descompensado.

Lamentavelmente, a oportunidade de aproveitar a suspensão cautelar foi para trazer apenas Douglas e Vermaelen, enquanto Real Madrid e Atlético de Madrid acertaram com destros e canhotos que são jovens. Agora, os rivais se sentem seguros, mesmo que não possam contar com ninguém nas próximas janelas, por terem "elenco" de sobra.