Cavani (Foto: Franck Fife/ AFP)

Cavani pode deixar o PSG após perder a condição de titular (Foto: Franck Fife/ AFP)

RADAR/POOL/LANCE!
26/01/2016
16:01
Montevidéu (URU)

Cavani, a contratação mais cara da história do futebol francês, perdeu a condição de titular absoluto no PSG por conta de suas fracas atuações e por sua postura, algo que o deixou mal na fita com o treinador Laurent Blanc. Nos últimos oito jogos, o uruguaio só fez parte do time titular em apenas duas, sendo que em outras quatro oportunidades entrou ao longo das partidas.

É um cenário que Lucas Moura está aproveitando, uma vez que parece ter conquistado o posto no tridente ofensivo junto com Ibrahimovic e Di María, os dois intocáveis para Blanc.

A sorte de Cavani parece ter mudado no fim do ano passado. Desde então, o uruguaio era titular constante e parecia ser o herdeiro do ataque francês, uma vez que Ibra, de 34 anos, termina o contrato no fim desta temporada. Vale lembrar que o dono do PSG desembolsou 63 milhões de euros por um dos atacantes mais cobiçados do continente. Com 26 anos, o uruguaio parecia o homem perfeito para assumir o posto do sueco.

Contudo, o seu posicionamento no lado esquerdo, longe da parte central, seu terreno preferido, trouxe como consequência sua queda de rendimento. Além disso, existe algumas situações comportamentais. Brigador dentro de campo,  ele não é do tipo de se enturmar com os jogadores. Tem amigos no elenco, mas sempre que pode vai ao Uruguai, onde mora os filhos e sua ex-mulher.

Essa impaciência provocou a ira de Blanc. O caso mais notório aconteceu no fim do ano passado, quando usou uma lesão no tornozelo para não participar da partida contra o Caen, a última antes das férias. Alguns meios da imprensa afirmaram que foi simulação. E isso causou mal estar no grupo.


Desde então, Blanc, que sempre defendeu o jogador, mudou de atitude. Desde o retorno a Paris, o treinador reconheceu que existia um "problema" com Cavani. Após a partida contra o Angers, quando questionado se a ausência de Cavani na equipe titular era um prêmio para Lucas ou um castigo o atacante, o comandante foi enfático: "Ambas as coisas".

Agora os dois têm adiante a metade decisiva de uma temporada onde o PSG tem altas expectativas, sobretudo na Liga dos Campeões, onde em três semanas recebe o Chelsea na primeira partida das oitavas de final. É um jogo que vai evidenciar de Blanc tira Cavani do castigo e volta a confiar no jogador, ou se definitivamente abre a porta de saída para o uruguaio.