D'Alessandro

D'Alessandro deixou o Inter nesta quarta e acertou seu retorno para o River Plate (Foto: Ricardo Rimoli/Lancepress!)

Leo Farinella - Diário Olé
04/02/2016
14:42
Buenos Aires (ARG)

Que linda surpresa! Da noite até a manhã, como por magia, Andrés D’Alessandro voltou ao River. É uma grande notícia. Um noticião. Já parecia que nunca mais o veríamos com a camisa do River, porque é um ídolo importante no Inter de Porto Alegre, passaram os anos e nos resignamos a vê-lo brilhar pela TV nessas noites de Libertadores jogando com a camiseta vermelha. Mas o destino fez o seu movimento, ele tinha o desejo, apareceu a oportunidade e ele se encontrou com Gallardo (que a cada dia mais demonstra sua grandeza), Francescoli e uma liderança que facilita.

A vida te dá surpresas. Aos torcedores do River que vêm golpeados pelo que aconteceu com Aimar e Saviola, os peço que lhe deem a oportunidade de demonstrar no campo. Para esquecer a celebração de “Cabezón” jogando para San Lorenzo, porque nessa mesma paixão pelo futebol está a chave para seu retorno. Que joguemos para o River e os apoiemos. Hoje sua chegada é uma injeção de ânimo que tem que servir para nós seguirmos no mesmo caminho, com a mesma humildade, sabendo que teremos que correr muitíssimo e também jogar muito se quisermos voltar a viver as alegrias que vivemos.
Não será fácil. A vara está muito alta. Ganhar a Libertadores é um objetivo máximo que a história fala por si só de como é complicado, ao menos para nós. Por isso nossa alegria, que todavia dura desde o ano passado. E também por isso nossa vontade de voltar a ganhá-la. Parece uma loucura. Inclusive, algo destemido. Mas depois de cair tão baixo quanto caímos, de sofrer o que sofremos, não queremos resignarmos assim porque é assim. Queremos sonhar, sonhar grande e trabalhar para conquistar esses sonhos.

Agora desejamos que “El Muñeco” e seus meninos trabalhem, aqueles que nos darão tudo e os que somam. Há muito o que fazer em muito pouco tempo. Agora é cada vez mais claro que começou refundação e que veremos um novo River. A partir do mesmo domingo, no Monumental, as pessoas vão estar bem motivadas.