icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/08/2015
15:31

A seleção mexicana tem um novo técnico. O brasileiro Ricardo Ferretti, treinador do Tigres, assumirá interinamente a equipe durante os amistosos da equipe contra Trinidad e Tobago e Argentina, em setembro, além do duelo contra os Estados Unidos em outubro, pelos playoffs que valerão vaga para a próxima Copa das Confederações.

O anúncio do brasileiro foi confirmado pelo presidente da Federação Mexicana de Futebol, Decio Maria. A princípio, Ricardo Ferretti fica provisoriamente, até que o novo treinador, que substituirá Miguel Herrera, demitido após agredir um jornalista, seja escolhido.

E MAIS
- Após título da Super Copa, brasileiros se prepararam para temporada em Malta

Ferretti declinou o convite da Federação para se tornar o novo diretor técnico da seleção, devido ao seu projeto com o Tigres, informou o site oficial do clube. No entanto, aceitou o compromisso de ajudar nos jogos de setembro e outubro.

A agressão foi apenas o estopim para a demissão de Herrera. Ele já estava sendo bastante criticado pela imprensa do país por não conseguir fazer o time jogar. Ele até conquistou a Copa Oro com o México, mas o time foi favorecido pela arbitragem contra Costa Rica e Panamá.

O novo treinador do México terá a missão de classificar a seleção para a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia.

Já Ferretti, de 61 anos, levou o Tigres à final da Copa Libertadores deste ano, perdendo a final para o River Plate. Ele tem um currículo extenso no comando de equipes mexicanas, como Toluca, Chivas, Monarcas Morelia e Tigres, sua atual equipe.

OSORIO SURGE COMO FAVORITO AO CARGO

Juan Carlos Osorio pode ser procurado nos próximos dias pela Federação Mexicana de Futebol. Segundo o "Diário AS", a entidade já enviou uma comitiva para vir ao Brasil e negociar com o treinador do São Paulo para assumir o México nas Eliminatórias da Concacaf para a Copa do Mundo de 2018.

Perguntado sobre o assunto na entrevista coletiva após a derrota por 2 a 1 para o Ceará, na estreia pela Copa do Brasil, Osorio apenas se esquivou ao dizer que nenhuma proposta foi feita pelos mexicanos.

- Algo concreto, não. Eu com frequência falo de futebol com muita gente, e creio que por aí há pessoas que valorizam nosso trabalho. Mas por agora estou bem aqui, concentrado em meu trabalho no São Paulo - assegurou o treinador.

A seleção mexicana tem um novo técnico. O brasileiro Ricardo Ferretti, treinador do Tigres, assumirá interinamente a equipe durante os amistosos da equipe contra Trinidad e Tobago e Argentina, em setembro, além do duelo contra os Estados Unidos em outubro, pelos playoffs que valerão vaga para a próxima Copa das Confederações.

O anúncio do brasileiro foi confirmado pelo presidente da Federação Mexicana de Futebol, Decio Maria. A princípio, Ricardo Ferretti fica provisoriamente, até que o novo treinador, que substituirá Miguel Herrera, demitido após agredir um jornalista, seja escolhido.

E MAIS
- Após título da Super Copa, brasileiros se prepararam para temporada em Malta

Ferretti declinou o convite da Federação para se tornar o novo diretor técnico da seleção, devido ao seu projeto com o Tigres, informou o site oficial do clube. No entanto, aceitou o compromisso de ajudar nos jogos de setembro e outubro.

A agressão foi apenas o estopim para a demissão de Herrera. Ele já estava sendo bastante criticado pela imprensa do país por não conseguir fazer o time jogar. Ele até conquistou a Copa Oro com o México, mas o time foi favorecido pela arbitragem contra Costa Rica e Panamá.

O novo treinador do México terá a missão de classificar a seleção para a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia.

Já Ferretti, de 61 anos, levou o Tigres à final da Copa Libertadores deste ano, perdendo a final para o River Plate. Ele tem um currículo extenso no comando de equipes mexicanas, como Toluca, Chivas, Monarcas Morelia e Tigres, sua atual equipe.

OSORIO SURGE COMO FAVORITO AO CARGO

Juan Carlos Osorio pode ser procurado nos próximos dias pela Federação Mexicana de Futebol. Segundo o "Diário AS", a entidade já enviou uma comitiva para vir ao Brasil e negociar com o treinador do São Paulo para assumir o México nas Eliminatórias da Concacaf para a Copa do Mundo de 2018.

Perguntado sobre o assunto na entrevista coletiva após a derrota por 2 a 1 para o Ceará, na estreia pela Copa do Brasil, Osorio apenas se esquivou ao dizer que nenhuma proposta foi feita pelos mexicanos.

- Algo concreto, não. Eu com frequência falo de futebol com muita gente, e creio que por aí há pessoas que valorizam nosso trabalho. Mas por agora estou bem aqui, concentrado em meu trabalho no São Paulo - assegurou o treinador.