Messi é o 10 da Argentina (Foto: Juan Mabromata/ AFP)

Messi tem a missão de levar a Argentina à Rússia (Foto: Juan Mabromata/ AFP)

LANCE!
31/08/2016
18:37
Mendoza (ARG)

Dois meses se passaram para o atacante Messi colocar as chuteiras e voltar a entrar em campo pela seleção argentina. Nesta quinta-feira, às 20h30 (horário de Brasília), em Mendoza, o craque lidera o time contra o Uruguai, em duelo válido pela sétima rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

O clássico platense seria apenas mais um nas estatísticas se o camisa 10 não fizesse um pronunciamento que deixou os hermanos de queixo caído em junho, nos Estados Unidos. Após a derrota para o Chile na final da Copa América Centenário, Messi anunciou que não defenderia mais a Argentina, que a seleção não era para ele, afinal, acabara de perder a quarta decisão pela Albiceleste em quatro disputadas.

A Argentina percebeu logo o sério risco de perder o maior craque dos últimos anos desde Maradona e passou a afagá-lo, poupando-o de críticas pelo retrospecto na seleção. Em retribuição, Messi fez um pequeno suspense para voltar atrás e afirmar que seguiria no time, agora, sob o comando do técnico Edgardo Bauza, sucessor de Tata Martino, que renunciou ao cargo.

O treinador Edgardo Bauza já escolheu os dez companheiros de Messi no jogo que marca início do trabalho pela atual equipe vice-mundial e sul-americana. Um deles, segundo a imprensa vizinha, será o atacante Pratto. O goleador do Atlético-MG foi chamado pela primeira vez e conta com o apreço do ex-técnico do São Paulo.

Retranqueiro ou com fama de priorizar a defesa? Não! Patón imagina um ataque com Messi, Di María, Dybala e Pratto para tentar terminar a jornada na liderança das Eliminatórias. A Argentina ocupa a terceira colocação, com 11 pontos, atrás de Uruguai e Equador, ambos com 13.

E o Uruguai? Líder das Eliminatórias, a Celeste não desembarcou em Mendoza para fazer trekking no Aconcágua, conhecer as bodegas da região e tampouco prestigiar Messi. A principal dificuldade para o técnico Óscar Tabárez é decifrar como jogará o adversário sob a supervisão de um novo comandante. De antemão, ele pensa em um time com a cara mais "agressiva".

- Não tenho ideia. Vamos planejar nossa estratégia de acordo com os jogadores rivais que já conhecemos - admitiu o técnico da seleção visitante.

Lodeiro, ex-Corinthians e Botafogo, ou Cristián Rodríguez disputam a vaga no meio de campo, na única dúvida da Celeste, conforme aponta a imprensa da parte oriental do Rio da Prata.

FICHA TÉCNICA:

ARGENTINA x URUGUAI

Local: Estádio Malvinas Argentinas
Data e hora: 1º de setembro de 2016, às 20h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Julio Bascuñán (CHI)

ARGENTINA: Romero; Zabaleta, Otamendi, Funes Mori e Mas; Mascherano e Biglia; Messi, Dybala, Di María e Pratto. Técnico: Edgardo Bauza.

URUGUAI: Muslera, Fucile, Giménez, Godín E Silva; Sánchez, Corujo, Arévalo Ríos e Lodeiro (Cristián Rodríguez), Cavani e Suárez. Técnico: Óscar Tabárez.