Eliminatorias - Argentina x Bolivia (foto:JUAN MABROMATA / AFP)

Messi marca de pênalti. Atacante do Barça teve grande atuação (foto:JUAN MABROMATA / AFP)

LANCE!
29/03/2016
22:22
Córdoba (ARG)

Com Messi inspirado, buscando o jogo e arquitetando as principais jogadas, a Argentina fica mais difícil de ser batida. A Bolívia, uma pedra no sapato nos últimos anos, não teve a mínima chance nesta terça-feira, no Estádio Mario Kempes, em jogo válido pela sexta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018. No fim, o 2 a 0 saiu até barato para os hermanos.

Com a terceira vitória consecutiva no torneio, a Argentina fica na terceira posição, com 11 pontos. Já a Bolívia fica em nono, com apenas três.


Assunto mais comentado antes de a bola rolar, o gramado do Estádio Mario Kempes estava mesmo cheio de terra no meio de campo. Por sorte, ninguém saiu machucado por conta do campo. Com mais qualidade técnica, a Argentina também não tão prejudicada.

Com apenas 14 segundos de jogo, Di María roubou a bola no ataque e chutou em cima do goleiro Lampe. No rebote, Banega acertou a trave. A pressão se intensificou nos momentos seguintes, com muita troca de passes, movimentação e bom entendimento entre Messi e Higuaín. O craque do Barcelona pegou a defesa boliviana de calças arriadas, colocando o artilheiro do Napoli para finalizar na cara do gol. O zagueiro Eguino salvou, mas a sobra ficou com Mercado, que empurrou para a rede.

A Argentina seguiu mandando no jogo e nem precisava de um pênalti mandrake de Eguino sobre Banega. Messi cobrou e chegou ao 50º gol pela seleção albiceleste.

Os donos da casa perderam Di María, que sentiu uma pancada e saiu mais cedo. No entanto, o garoto Correa entrou muito bem no time de Tata Martino e manteve o ritmo do ataque.

Veloz e com quase 80% de posse de bola, a Argentina seguiu criando e perdendo chances, enquanto a Bolívia se limitou a uma falta perigosa, cobrada por Smedberg. Os hermanos mereciam até um placar mais dilatado, tamanha superioridade em campo.

ARGENTINA 2 x 0 BOLÍVIA

Local: Estádio Mario Kempes, em Córdoba (ARG)
Data e hora: 29 de março de 2016, às 20h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Jesús Valenzuela Sáez (VEN)
Auxiliares: Carlos López Rico (VEN) e Luis Alfonso Sánchez Pérez (VEN)
Cartão Amarelo: Luis Gutiérrez, Duk (BOL)
Cartão Vermelho: -
Gols: Mercado, 19'/1ºT (1-0), Messi, 29'/1ºT (2-0)

ARGENTINA: Romero, Mercado, Demichelis, Pínola e Rojo; Mascherano, Biglia e Banega (Augusto Fernández, 39'/2ºT); Messi, Di María (Correa, 31'/1ºT) e Higuaín (Agüero, 32'/2ºT). Técnico: Gerardo Martino

BOLÍVIA: Lampe, Bejarano, Eguino, Maretelli, Luis Gutiérrez, Danny Bejarano (Saucedo, Intervalo), Chumacero (Arce, 29/2ºT), Marvin Bejarano, Smedberg e Campos (Galindo, Intervalo); Duk. Técnico: Julio César Baldivieso