LANCE!
08/01/2017
19:39
Villarreal (ESP)

A genialidade de Lionel Messi salvou o Barcelona de uma derrota neste domingo. O craque marcou um lindo gol de falta aos 44 do segundo tempo no empate em 1 a 1 com o Villarreal, no El Madrigal. Foi o seu 13º no Campeonato Espanhol, isolando-se na artilharia da competição. Os catalães vão reclamar novamente da arbitragem após o juiz não dar dois pênaltis após toque dentro da área, assim como ocorreu na derrota para o Athletic Bilbao por 2 a 1, na última quinta-feira, pela Copa do Rei.

O resultado faz o Barcelona cair para a terceira colocação do Campeonato Espanhol, com 35 pontos. O Sevilla é o novo vice-líder, com 36, quatro a menos que o Real Madrid.  Já o Villarreal chega a 30 pontos e fica na quinta posição.

O Barcelona encontrou muitas dificuldades diante da melhor defesa do Campeonato Espanhol. Sem Rakitic, que não foi relacionado por Luis Enrique, e Alba, que ficou no banco de reservas, a equipe perdeu um pouco a força ofensiva. Neymar não se encontrava muito com Digne pela esquerda, André Gomes não era tão incisivo.

O trio MSN tentava as tabelas e encontrava uma barreira na defesa. A penetração pelo meio era difícil, mas ficava ainda mais complicada porque os laterais Digne e Sergi Roberto eram muito tímidos no apoio. O Barcelona ficou com 70% do tempo com a bola nos pés, mas não foi criativo a ponto de tirar o zero do placar. Neymar arriscou bom chute de fora da área, Suárez tentou e parou no goleiro Asenjo.

Suárez e Musacchio - Villarreal x Barcelona
Musacchio marca Luis Suárez (Foto: Jose Jordan / AFP)

Por outro lado, o Villarreal também não saía com muita velocidade para o ataque e errava muitos passes. Mas teve chances de marcar, mas não foi eficiente nos arremates. No fim da etapa inicial, o Barcelona conseguiu dois lances perigosos, mas Asenjo parou Suárez e Messi.

O segundo tempo começou como terminou o primeiro: Barcelona com a bola, trocando passes no campo de ataque, em busca de um espaço. A forte marcação do Villarreal fez os catalães errarem. No contragolpe, Pato avançou e rolou para Sansone bater cruzado para vencer Ter Stegen.

O gol não abateu o Barcelona, mas o time seguia criando pouco, apesar do domínio absoluto da posse de bola. O recuo excessivo do Villarreal, que esperava apenas um lance para matar o jogo, foi chamando cada vez mais os catalães para o seu campo. E as chances começaram a aparecer. Primeiro, os Blaugranas reclamaram e muito de um pênalti quando Iniesta chutou e Bruno colocou a mão na bola.

No lance seguinte, Messi, de direita, mandou na trave de Asenjo, que fez golpe de vista. O Villarreal também reclamou do árbitro, quando Bruno chutou e a bola bateu no braço de Mascherano.

A atuação do juiz deve ser bastante contestada após o apito final. Em outro lance na área, Bruno caiu com a mão na bola. Os jogadores do Barcelona foram à loucura quando o árbitro deu falta de ataque.

A pressão seguiu intensa. A zaga do Villarreal tirava como podia. Mas o Barcelona tinha Messi. Em jogada individual, ele foi parado na entrada da área com falta. Na cobrança, ele colocou no ângulo, marcando um golaço. Os catalães tentaram a virada, mas o Submarino amarelo, que ainda teve Jaume Costa expulso, segurou o resultado.

OUTROS JOGOS

Betis 2 x 0 Leganés 
Celta de Vigo 3 x 1 Málaga