Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol (Foto: CLAUDIO REYES / AFP)

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol (Foto: CLAUDIO REYES / AFP)

LANCE!
19/07/2016
15:18
Assunção (PAR)

Apesar de ter perdido, em uma medida classificada como "unilateral e injustificada", o patrocínio da Global Sports para a Copa Sul-Americana, a Conmebol garantiu que manterá o aumento da cota de participação aos clubes integrantes da competição deste ano.

A entidade anunciou semana passada o aumento de 72% na premiação, mas foi surpreendida com o rompimento da companhia, anunciado nesta segunda-feira.

De um ano para o outro, a Conmebol vai distribuir US$ 13,3 milhões (R$ 43,5 milhões) a mais na Sul-Americana, totalizando US$ 31,8 milhões (R$ 103,9 milhões).

O campeão da Sul-Americana, competição na qual o Flamengo já está confirmado, pode faturar R$ 12,8 milhões. Mas os brasileiros, que já entram na segunda fase, ganham US$ 250 mil a menos, podendo arrecadar, em caso de título, R$ 12 milhões.