José Maria Marin será extraditado para os Estados Unidos (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

José Maria Marin deve ser extraditado nesta semana (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

LANCE!
02/11/2015
15:41
Zurique (SUI)

José Maria Marin deve ser extraditado nesta semana para os Estados Unidos. Preso desde o dia 27 de maio em Zurique, o ex-presidente da CBF foi o último dos dirigentes da Fifa detido na Suíça que teve sua situação decidida pela justiça daquele país. O cartola será transportado em voo comercial, junto com passageiros comuns, mas será acompanhado por policiais norte-americanos. Dentro do avião, ele não ficará algemado.

Desta forma, Marin não deve passar pelo terminal de embarque do aeroporto de Zurique e nem passar por nenhum controle de passaporte. Ele será transportado por policiais do FBI do presídio para a pista, para entrar diretamente no voo, segundo o Globoesporte.com. A polícia dos EUA não permite que o preso e outros passageiros mantenham quaisquer tipos de contato.

Marin deve ser levado para Nova Iorque em uma das quatro companhias que fazem voo direto da Suíça para o país norte-americano e seguirá diretamente da pista do aeroporto para um presídio, onde deve ficar por no máximo 72 horas. Ele será ouvido por um juiz da Corte do Brooklin, onde corre o caso de corrupção na Fifa, e depois deve ir para seu apartamento em Nova Iorque, sob pagamento de fiança. Ele ficará em prisão domiciliar até que seu caso seja julgado.