Napoli x Inter

Napoli e Inter se enfrentaram nesta terça-feira (Foto: Twitter / F.C. Internazionale)

LANCE!
20/01/2016
12:25
Nápoles (ITA)

Após a vitória por 2 a 0 da Internazionale sobre o Napoli nesta terça-feira, que colocou os Nerazzurri na semifinal da Copa da Itália, chamou a atenção no Estádio San Paolo a discussão entre os treinadores. Após o apito final, Roberto Mancini, técnico da Inter, revelou o que Maurizio Sarri disse, e fez graves acusações.

- Sarri é um homem racista e homofóbico, pessoas assim não deviam estar no futebol. Levantei para perguntar ao quarto árbitro o porquê dos cinco minutos de descontos e Sarri me chamou de viado e homossexual - disparou Mancini:

- Sinceramente, nem me interessa falar do jogo. Um homem de quase 60 anos falando assim é vergonhoso. Fui encontrar com ele no vestiário e me pediu desculpa, mas acho que ele deve ter vergonha do que disse.

Maurizio Sarri também falou sobre o incidente e quis minimizar o caso. Colocou a culpa no "calor do jogo".

- Esse tipo de discussão é normal no futebol. Pedi desculpas depois. Mas acho que essas conversas deviam ficar lá dentro. Comentários homofóbicos? Não me recordo, é possível. Estava nervoso, cheio de adrenalina, nem me lembro do que disse. Mas faz parte dos 90 minutos, já acabou. Homofóbico? Isso me parece exagerado. Estava apenas irritado - disse.