LANCE!
30/11/2016
19:52
Manchester (ING)

O Manchester United recebe o West Ham nesta quarta-feira pela Copa da Liga Inglesa, e como em praticamente todos os eventos esportivos pelo mundo nesta semana, homenagens aos jogadores da Chapecoense que morreram na Colômbia. No caso do Old Trafford, ainda mais comoção, já que o clube passou pelo mesmo drama em 1958, e Bobby Charlton, sobrevivente do desastre e um dos maiores ídolos da história dos Red Devils, estava na arquibancada. Em campo, o time da casa foi melhor, venceu por 4 a 1, e se classificou. Martial e Ibrahimovic marcaram dois, cada.

O time agora avança para a semifinal da competição. Apenas clubes que estão na Premier League seguem vivos, e o sorteio será ainda nesta quarta-feira. Também estão classificados: Hull, Liverpool e Southampton.

Após a emoção inicial, não demorou para o Manchester United abrir o placar. Sem jogadores como Pogba (suspenso) e Mata (que ficou no banco), Mkhitaryan e Martial voltaram a ter chances no setor ofensivo ao lado de Rooney e Ibrahimovic. E três deles foram responsáveis por abrir o placar com um bonito gol.

Rooney, mais recuado, achou bom passe para o armênio, que deu toque de calcanhar e Ibrahimovic finalizou com categoria por cima do goleiro Adrián, que ainda acertou um golpe no atacante. O sueco nem comemorou, já que sentiu dores e precisou ser atendido. Mas continuou jogando sem problemas.

O jogo ficou equilibrado, com as duas equipes criando oportunidades, até com certa superioridade para o time da casa, que não tinha José Mourinho no banco de reservas, já que foi suspenso. Na reta final do primeiro tempo, o empate. Payet recebeu livre na esquerda, cortou para dentro, chutou forte, De Gea deu rebote, e Ashley Fletcher, cria do United, aproveitou.

Na etapa final, o Manchester repetiu a dose do primeiro tempo. Fez logo no início. Valencia deu passe da calcanhar para Mkhitaryan, que já de dentro da área, achou Martial, que finalizou bem para botar o seu time na frente outra vez. Os Hammers mexeram, buscaram ganhar o meio-campo, mas o United estava melhor.

Bem no meio do segundo tempo, o terceiro, que deixava o time bem perto da vitória. Boa troca de passes no campo de ataque, Valencia, pela lateral da área, centrou para Martial, que empurrou para o gol.

Com o jogo definido, o United controlou. O momento de maior destaque foi a entrada de Schweinsteiger, que chegou a ser afastado por José Mourinho, mas foi reintegrado e estreou na temporada. Já no fim, começou a jogada do último gol, tocando para Herrera, que foi à linha de fundo e tocou para Ibra marcar.