Portugal Euro

Torcedores buscavam ingressos convites para o único treino aberto da seleção de Portugal na Euro. Manuel (com a bandeira de Portugal) reclamava da falta de informação (Foto: Carlos A. Vieira)

CARLOS ALBERTO VIEIRA
09/06/2016
12:23
Paris (FRA)

Portugal fará na tarde desta quinta-feira (19h de Brasília) um treino aberto ao público no complexo do Centro Nacional de Rúgbi, onde está concentrado nesta Euro-2016. Embora os portugueses quisessem fazer o treino num estádio para 19 mil pessoas, a polícia francesa alegou  que não poderia garantir a segurança e o limite caiu para apenas mil no próprio complexo.

Segundo os organizadores franceses, os ingressos foram para os imigrantes portugueses. Só que esta distribuição gerou descontentamento. Muitos torcedores que se aglomeravam na entrada que leva ao estádio não tinham ingressos e não sabiam onde encontrar.

- Queria saber como foi feita esta distribuição. Ninguém falou nada, não vi nada nos sites. Acreditava que era só ser um dos primeiros mil, entrar na fila e pegar o bilhete - reclamou Manuel Joaquim, todo fantasiado com as cores de Portugal ao lado de um grupo de amigos.

Na recepção, os responsáveis diziam que não haveria a menor possibilidade, por questão de segurança, da entrada de quem não tivesse ingresso e que a distribuição também ocorreu nas lojas da região. Um deles disse que poderia haver alguma sobra no principal supermercado da cidade.

Finalmente com a informação, alguns portugueses correram até o mercado na tentativa de conseguir a sonhada entrada.

- Os imigrantes portugueses querem dar o apoio. Mas gostaríamos que tudo isso fosse mais fácil. A falta de informação é muito grande. Estamos aqui há horas e só agora soubemos dessa possibilidade - reclamou Michael Nogueira.

Quem tinha bilhete estava tranquilo.

-  Já avisei a muitos aqui que a polícia não vai deixar entrar. É melhor ir embora. Eu já estou com o meu bilhete e posso ficar - disse Francisco Jesus - que ganhou o ingresso de um amigo.