Luis Enrique - Barcelona

Luis Enrique concedeu coletiva nesta terça-feira (Foto: Josep Lago / AFP)

LANCE!
10/01/2017
11:55
Barcelona (ESP)

A ausência dos jogadores do Barcelona na festa de premiação dos melhores de 2016 causou estranheza. A justificativa do clube foi de que eles estariam se preparando para o jogo desta quarta-feira, diante do Athletic Bilbao, na volta das oitavas de final da Copa do Rei. Nesta terça, véspera do confronto, o técnico Luis Enrique concedeu entrevista coletiva e afirmou que corrobora '100%' a decisão dos atletas.

A imprensa espanhola revelou que a decisão partiu dos próprios jogadores, que não estariam com cabeça para festa após o tropeço diante do Villarreal, no último domingo, no empate em 1 a 1, pelo Campeonato Espanhol. Além de Messi, que também concorreu ao prêmio 'The Best', de melhor do mundo, Piqué, Iniesta e Suárez foram escolhidos para a seleção ideal de 2016.

- A decisão de qualquer premiado é individual e depende deles. Eu, como técnico, só posso reforçar. Especialmente quando tem uma situação desportiva que está acima de tudo. Eu respaldaria qualquer tipo de decisão. Respaldo 100% a decisão, e o que prevalece é a parte esportiva acima de tudo, mesmo que haja mais ou menos críticas - afirmou Lucho.

Athletic Bilbao x Barcelona
Barça precisa da vitória contra o Bilbao (Foto: Ander Gillenea / AFP)

O treinador comentou ainda os protestos de Piqué após o duelo contra o Villarreal, no El Madrigal. O zagueiro saiu de campo revoltado mais uma vez com a arbitragem, que não teria dado dois pênaltis para o Barcelona. Luis Enrique não acredita que o jogador possa ser punido pela atitude.

- Não creio em multa nem a ele nem à equipe. O que o Piqué opina é opinião dele, ele é maior e sabe o que tem que dizer. Estou encantado com o Piqué profissional, o jogador, que é peça-chave e vital para nós. Logo, cada um tem sua maneira de se expressar. Ele tem uma moral inesgotável - comentou o treinador, antes de completar:

- É incontestável que a postura do treinador e do clube seja de se mostrar acima de qualquer decisão pontual que se passe na partida. É fácil queixar-se e chorar, o difícil é proteger os seus jogadores e escutar rumores que tentam te minar.

O Barcelona precisa da vitória nesta quarta-feira sobre o Athletic Bilbao para avançar às quartas de final da Copa do Rei. No jogo de ida, no San Mamés, os bascos venceram por 2 a 1, em jogo que gerou muitas reclamações dos jogadores catalães com a arbitragem.