Lewandowski - Schalke 04 x Bayern de Munique

Lewandowski lamenta uma das chances que desperdiçou. Porém, aos 35 da etapa final, o polonês marcaria o primeiro gol a vitória que mantém o Bayern na liderança do Alemão (PATRIK STOLLARZ / AFP)

RADAR/LANCE
09/09/2016
17:36
Gelsenkirchen (ALE)

A segunda rodada do Campeonato Alemão começou nesta sexta-feira com um dos maiores clássicos do país: Schalke 04 x Bayern de Munique. Vindo de derrota por 1 a 0 para o Eintracht Frankfurt, mas contando com o apoio da sua numerosa e fanática torcida, o Schalke fez ótima partida, chutou na trave de Neuer, reclamou a não marcação de um pênalti. Mas o Bayern fez valer a sua força e, nos dez minutos finais, marcou os gols que garantiu o 2 a 0 a seu favor. O atacante Lewandowski - até então com a  pontaria descalibrada e perdendo todas as oportunidades - abriu o placar aos 35. Kimmich, que entrara na etapa final, ampliou para os bávaros nos acréscimos.

O Bayern chegou aos seis pontos no Alemão, com sete gols de saldo, o que provavelmente o manterá como o líder ao fim desta rodada. Assim, ratifica o favoritismo para a conquista do pentacampeonato. Já o Schalke 04 - um gigante no país, dono de sete títulos nacionais, mas que não levanta a taça desde 1958 - amarga a segunda derrota e é um dos lanternas. 

O JOGO

O Bayern, começou com o português Renato Sanches e o brasileiro naturalizado espanhol Tiago Alcântara desde o início e com os brasileiros Rafinha e Douglas Costa no banco. Já o Schalke não teve o lateral Junior Caiçara, machucado, mas contou com o zagueiro Naldo como o seu representante brazuca.

O clássico foi muito bom desde o início, com o Bayern sendo perigoso no toque de bola e o Schalke, empurrado pela torcida, criando pelo menos cinco chances que levaram muito perigo ao gol de Neuer (que defendera o Schalke antes de ser contratado pelo Bayern). Apesar de toda a movimentação, os primeiros 45 minutos terminou 0 a 0, com o Schalke reclamando de um pênalti não marcado.

No segundo tempo, o Schalke 04 seguiu perigoso, principalmente depois da entrada do atacante camaronês naturalizado suíço Breer Embolo (autor de um dos gols da Suíça na vitória por 2 a 0 sobre Portugal, na abertura das Eliminatórias para a Copa). Aos 15, Hunteelaar mandou uma bomba que obrigou Neuer a fazer a defesa da partida (a bola ainda bateu na trave).
Porém, a saída de Huntellar para a entrada do garoto Meyer (conhecido dos brasileiros, foi dele o gol do empate da Alemanha na disputa pelo ouro olímpico contra o Brasil na Rio-2016) fez o time da casa perder um pouco de força, enquanto o Bayern perdeu um gol inacreditável quando Alaba cruzou e Lewandowski na pequena área e sem goleiro, tocou sem jeito, com as duas coxas.  A bola saiu por cima.  

Mas Lewandowski é um perigo e, aos 35 minutos, abriu o placar para o Bayern após receber passe de Javi Martínez. O gol desequilibrou o Schalke, que tentou o empate a qualquer custo e abriu espaços para contra-ataques de um time letal. Aos 47, depois que   Lewandowski perdera uma chance clara, Kimmich recebeu pela direita e chutou cruzado fazendo 2 a 0 e matando de vez o jogo.

A rodada alemã segue neste sábado com mais seis jogos: Bayer Leverkusen x Hamburgo, Darmstasdt x Eintracht Frankfurt, Freiburg x Borussia M'Gladbach, Ingolstadt x Hertha Berlin, Wolfsburg x Colonia e RB Leipzig x Borussia Dortmund. Neste domingo, dois jogos fecham a segunda rodada: Werder Bremen x Augsburg e Mainz 05 x Hoffenheim.