Lewandowski - PSV x Bayern

Lewandowski marcou os dois gols do Bayern de Munique (Foto: John Thys / AFP)

LANCE!
01/11/2016
19:44
Eindhoven (HOL)

Lewandowski foi mais uma vez o grande nome do Bayern de Munique. Nesta terça-feira, o atacante marcou dois gols e ajudou o time alemão a vencer de virada o PSV, na Holanda, por 2 a 1, pela quarta rodada do Grupo D da Liga dos Campeões. De quebra, garantiu a classificação antecipada para as oitavas de final junto com o Atlético de Madrid, que venceu o Rostov por 2 a 1,com Griezmann marcando nos acréscimos. Bávaros e espanhóis vão decidir o primeiro lugar.

Com os resultados do grupo, o Atlético segue em primeiro no Grupo D, agora com 12 pontos. O Bayern tem nove, contra um de PSV e Rostov. Holandeses e russos brigam por uma vaga na Liga Europa.

O jogo começou acelerado, com o Bayern em cima do PSV. A blitz dos alemães surtiu efeito logo nos primeiros minutos. Müller perdeu boa chance. Lewandowski cabeceou no travessão após mandar de cabeça por cobertura.

Lew
Lewandowski foi o nome do jogo (Foto: Christof Stache / AFP)

Apesar da pressão inicial, o PSV conseguiu respirar e tocar um pouco mais a bola. E acabou abrindo o placar. Em contra-ataque, Pröpper cabeceou para linda defesa de Neuer, mas Santiago Arias, impedido, ficou livre para tirar o zero do placar.

Com o resultado adverso, o Bayern foi para cima e tinha a bola nos pés. A equipe bávara encurralava os holandeses em seu campo e conseguia impedir os contragolpes do adversário. Em cobrança de escanteio, Lewandowski acertou novamente o travessão.

Mas o PSV não conseguiu segurar o bom lado direito do Bayern. Robben cortou para o meio e deixou com Lahm. O lateral cruzou e a bola pegou na mão de Guardado. Pênalti bem cobrado por Lewandowski, que deslocou Pasveer.

O Bayern voltou sem a mesma força ofensiva do intervalo e facilitou a vida do PSV nos minutos iniciais. No entanto, a melhor qualidade técnica fazia o time bávaro ser mais perigoso. Em um dos lances mais agudos, Hummels mandou linda bola para Vidal, que soltou a pancada. Pasveer fez grande defesa e a bola sobrou para Müller tocar para o gol. Em cima da linha, Héctor Moreno salvou.

Ancelotti tentou dar mais velocidade e jogadas pela linha de fundo. Lançou Coman e Diego Costa, tirando Kimmich e Robben. A equipe passou a trabalhar mais a bola, visando sempre às pontas.

Lewandowski, Douglas Costa e Vidal - PSV x Bayern
Lewandowski comemora o segundo gol (Foto: Christof Stache / AFP)

E a estratégia deu resultado. Pela esquerda, Douglas Costa deu toque magistral para Alaba cruzar na medida para Lewandowski virar o jogo. O Bayern seguiu com o controle do duelo e quase marcou o terceiro, novamente com o camisa 9. Em cruzamento de Coman, Douglas Costa ajeitou e o polonês chutou na saída do goleiro, mas a bola caprichosamente bateu no travessão e na trave e não entrou. Mas não fez falta, e os alemães estão mais vivos do que nunca na briga pela ponta do grupo.

ATLÉTICO VENCE NO SUFOCO

Griezmann salvou o Atlético de Atlético de um tropeço no Vicente Calderón. O atacante marcou os dois gols da vitória por 2 a 1 sobre o Rostov - um deles nos acréscimos -, que deixou o Colchonero na liderança isolada do grupo D da Liga dos Campeões. Azmoun fez o de honra. 

Na capital espanhola, o Atlético de Madrid não teve uma atuação convincente. Mas abriu o placar aos 28 minutos, quando Carrasco lançou para a área, a bola desviou e sobrou para Griezmann bater de primeira. 

Griezmann - Atletico de Madrid x Rostov
Griezmann marcou os gols do Atlético (Foto: Curto de la Torre / AFP)

Mas não demorou muito para o Rostov empatar. Em contra-ataque, Poloz tocou para Azmoun mandar na saída do goleiro Oblak.

Na segunda etapa, Simeone colocou o time para o ataque, lançando Ángel Correa e Gameiro nas vagas de Saúl e Carrasco. De tanto martelar, o Atlético conseguiu a vitória. Aos 48 minutos do segundo tempo, Griezmann apareceu cara a cara com o goleiro do Rostov e fez o gol da vitória.