Cristiano Ronaldo

Compra de Cristiano Ronaldo custou 100 milhões de euros aos cofres da Juventus (Foto: Fabrice Coffrini/AFP)

Luiz Fernando Gomes
12/07/2018
08:22
São Paulo (SP)

A notícia saiu das páginas de esporte para as colunas de economia dos jornais italianos. O sindicato dos trabalhadores da Fiat convocou uma greve de dois dias em protesto contra a contratação de Cristiano Ronaldo pela Juventus. A montadora, além de ser patrocinadora do clube, pertence a família Agnelli, a mesma que detém o controle da Velha Senhora, em Turim. Empresas ligadas ao grupo participam da operação financeira que permitiu aos italianos desembolsar os 100 milhões de euros que tiraram CR7 do Real. “Não é aceitável que os trabalhadores continuem a fazer enormes sacrifícios econômicos, enquanto a companhia gasta milhões de euros num jogador. Eles dizem às famílias para apertarem cada vez mais o cinto e eles decidem investir tanto dinheiro num jogador. Acham isso justo? É normal uma pessoa ganhar milhões, enquanto milhares de famílias a meio do mês já não têm quase dinheiro?”, diz parte do comunicado divulgado pelo sindicato dos metalpúrgicos. Não há dúvidas de que tudo não passa de um ato oportunista, uma manifestação político-sindical muito mais do que um movimento realmente reivindicatório. Mas a atitude do sindicato trouxe à tona, mais uma vez, uma intensa discussão, especialmente nas redes sociais, sobre os valores irreais do inflacionado mercado do futebol. Grandes contratações – as de Neymar pelo Barcelona e pelo PSG são um exemplo claro -, têm sido acompanhada de investigações sobre caminhos nebulosos que o dinheiro segue. As normas de fair-play financeiro, como as da Uefa, também tentam conter abusos, Ainda assim, janela após janela, os valores vão sendo superados. Qual o limite? Há uma pergunta anterior a ser feita: haverá algum dia um limite para isso?

Quer ler mais opinião e informação todos os dias? O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. É uma leitura rápida e saborosa como aquele cafezinho de todos os dias, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises e contextualização de Luiz Fernando Gomes. Clique aqui e inscreva-se.