HOME - Juventus x Manchester City - Liga dos Campeões - Gol de Mandzukic (Foto: Marco Bertorello/AFP)

Mandzukic garantiu a vitória da Juventus (Foto: Marco Bertorello/AFP)

Roberto Assaf
25/11/2015
19:50
Turim (ITA)

A Juventus assumiu a liderança do Grupo D, e garantiu vaga na próxima fase da Liga dos Campeões da Europa ao vencer o Manchester City por 1 a 0, num jogo em que mostrou maior organização, e no qual o veterano Buffon, 37 anos, praticou duas intervenções fundamentais. Apesar da derrota, porém, a equipe inglesa também está classificada, pois o alemão Borussia Moenchengladbach e o espanhol Sevilla já não podem alcançá-lo na rodada que resta.

Houve no primeiro tempo um ligeiro predomínio da Juventus, obra do trio Pogba-Dybala-Mandzukic, daí a vantagem parcial de 1 a 0. Faltou ao City um jogador capaz de acertar o meio-campo do time - Yaya Touré vive momento ruim - e sobretudo a capacidade de aproveitar as duas chances que surgiram, ambas pelo acaso. Aos 15, Fernandinho apanhou uma sobra na grande área e mandou a bola em Manchester. Na sequência, Pogba - a referência da equipe italiana - puxou contra-ataque, que terminou com o gol de Mandzukic, após cruzamento preciso de Alex Sandro.

Aos 27, o croata esteve próximo de ampliar, batendo rasteira à esquerda, para bela defesa de Hart. Aos 43, Marchisio recuou errado, e Agüero, um tanto desatento, deu tempo para Buffon, esperto, deixar a baliza e evitar o empate.

Os times voltaram iguais para segunda etapa. A Juventus voltou estrategicamente recuada, marcando forte, visando decidir nos contra-ataques.

O City, mesmo desarrumado, foi para cima. Aos sete, o goiano Fernando
cabeceou no cantinho esquerdo, e Buffon fez intervenção espetacular, sem sequer largar a bola. Aos 10, em jogada de velocidade, Morata - que acabara de substituir Mandzukic - chutou na trave direita. No rebote, Sturaro, sozinho, fez o mesmo.

Manuel Pellegrini mexeu duas vezes, lançando Delph e Sterling, mas manteve Yaya Touré, que errava em excesso. A Juventus, no entanto, não aproveitava as falhas da defesa inglesa. Aos 34, Morata invadiu a área, tirou dois zagueiros do caminho e bateu em cima de Hart, embora Dybala estivesse livre a seu lado. Fome de bola.

Nos últimos 10 minutos, o City teve até maior posse de bola, mas os muitos passes para os lados não ajudavam. Sterling desperdiçou uma rara oportunidade, e apesar de tudo, a torcida italiana sofreu até o fim, dada a possibilidade do City igualar numa bola vadia, que não apareceu. Mas a Juventus parece num nível abaixo do espanhol Barcelona e do alemão Bayern de Munique.


BORUSSIA VENCE E FICA PERTO DA LIGA EUROPA

Borussia Moenchengladbach X Sevilla (Foto:AFP)
Jogadores do Borussia celebram vitória  (Foto:AFP)


Na Alemanha, o Borussia Moenchengladbach goleou o Sevilla por 4 a 2 e conquistou a primeira vitória no Grupo D. Stindl (duas vezes), o brasileiro Raffael e Johnson marcaram para os donos da casa, enquanto Vitolo e Banega descontaram.

Com o resultado, o Borussia chegou aos cinco pontos e assumiu o terceiro lugar, empurrando o Sevilla, que permaneceu com três, para a lanterna. No entanto, os espanhóis jogam na última rodada da chave (acontece no dia 8 de dezembro) contra a Juventus. Os alemães enfrentam o City em Manchester.