LANCE!
26/10/2016
18:48
Turim (ITA)

A Juventus não teve trabalho para despachar a Sampdoria, em Turim. Com dois gols logo no início do jogo, a Velha Senhora venceu por 4 a 1, mantendo-se na liderança do Campeonato Italiano. Chiellini fez dois, Mandzukic e Pjanic completaram o marcador.

Agora, a Juve tem 24 pontos e mantém dois à frente da Roma, que venceu o Sassuolo, fora de casa, por 3 a 1. Já o Napoli assumiu a terceira posição, com 20, após bater o Empoli por 2 a 0. O Milan, com a derrota para o Genoa na terça-feira por 3 a 0, fica com 19. A Sampdoria está em 15º, com 11.

O técnico Massimiliano Allegri mudou o sistema de jogo, trocando o tradicional 3-5-2 para o 4-4-2. Cuadrado ganhou a vaga de Barzagli e ficou aberto pela direita, praticamente como um ponta, municiando Mandzukic e Higuaín, uma vez que Dybala, lesionado, não atuou. A Juventus teve também a volta de Marchisio, que ficou seis meses fora após lesão no joelho.

A tática deu muito certo para a Juventus. Logo com quatro minutos, Cuadrado fez linda jogada pela direita e cruzou na medida para Mandzukic cabecear, sem chance para Puggioni.

Acuada e sem conseguir nem tocar na bola, a Sampdoria levou o segundo. Em escanteio cobrado pela direita de Pjanic, Chiellini, que também voltava à equipe de Turim, cabeceou firme para fazer o segundo.

A Juventus passou a controlar a partida como queria, sem ser ameaçada pela Sampdoria. Com o decorrer do jogo, a Velha Senhora diminuiu o ritmo, parou de marcar sob pressão e deixou os visitantes recuperarem o fôlego. No fim da etapa inicial, a equipe de Gênova ainda rondou um pouco a área adversária, mas nada que assustasse o brasileiro Neto, que teve oportunidade no lugar de Buffon, poupado.

Na volta do intervalo, a Juventus voltou com atuação morna devido à boa vantagem. E a Sampdoria apareceu mais no jogo e diminuiu o marcador. Chiellini saiu jogando errado, Praet aproveitou a bobeada e cruzou para Schick marcar.

A torcida da Juventus já reclamava da atuação burocrática da equipe no segundo tempo. Mas bastou ensaiar uma pressão para chegar ao terceiro gol. Após cruzamento da esquerda, Cuadrado escorou e a bola sobrou para Pjanic, que chegou chutando. O goleiro deu rebote, Higuaín tentou, mas foi o meia bósnio que deixou o dele.

Chiellini - Juventus x Sampdoria
Chiellini comemora o seu segundo gol (Foto: Marco Bertorello / AFP)

Higuaín estava com fome de bola. Buscava o jogo, queria marcar o dele. Mas a sorte não estava com o 'Pipita'. Por outro lado, Chiellini estava mais esperto após a falha no gol da Sampdoria. Em cobrança de falta de Cuadrado, ele se antecipou à zaga e ao goleiro e fez o quarto, decretando a goleada da Juventus.

ROMA VIRA E FICA EM SEGUNDO

A Roma contou com dois gols de Dzeko para vencer o Sassuolo, fora de casa, por 3 a 1. A equipe da capital italiana saiu perdendo, levou sufoco, mas conseguiu uma importante vitória, que a deixa ainda perto da Juventus na tabela de classificação.

Dzeko e Nainggolan - Sassuolo x Roma
Dzeko fez dois gols para a Roma (Foto: Filippo Monteforte / AFP)

O Sassuolo abriu o placar com o veterano Paolo Cannavaro, após cruzamento da direita. No segundo tempo, a Roma chegou com tudo e empatou com Dzeko, aproveitando lançamento de Salah e chutando na saída do goleiro.

O atacante bósnio estava com tudo. Aos 31 da segunda etapa, ele sofreu pênalti. Na cobrança, bateu alto e tirou as chances de Consigli, marcando o seu décimo gol, na artilharia do Calcio. O Sassuolo ficou desnorteado com a virada e levou o terceiro, marcado por Nainggolan.

NAPOLI É O TERCEIRO

Jogando no San Paolo, o Napoli passou pelo Empoli e alcançou a terceira posição do Calcio, deixando o Milan para trás. A equipe do Sul da Itália fez 2 a 0.

Napoli x Empoli
Napoli está em terceiro (Foto: Carlo Hermann / AFP)

Sem Milik, lesionado, e Gabbiadini, suspenso, o Napoli não tinha a referência dentro da área. Mas, no segundo tempo, os napolitanos, na base da movimentação, chegaram a vitória. Primeiro com Mertens, como um centroavante, aproveitando cruzamento da direita. O zagueiro Chiriches fechou o placar.

INTER VENCE E 'SALVA' DE BOER

O técnico Frank de Boer respirou um pouco no comando da Inter de Milão. Nesta quarta-feira, os Nerazzurri suaram, mas venceram o Torino, no Giuseppe Meazza, por 2 a 1. Os gols foram marcados pelo atacante Icardi, que está em pé de guerra com a torcida e pôde apaziguar um pouco os ânimos. Gabigol, mais uma vez, ficou no banco e não entrou.

Com o resultado, a Inter chega à 10ª colocação, agora com 14 pontos. O Torino cai na tabela e está em oitavo, com 15.

Icardi - Inter de Milão x Torino
Icardi fez dois gols sobre o Torino (Foto: Giuseppe Cacace / AFP)

A torcida da Inter teve o que comemorar no primeiro tempo. Apesar de não fazer uma excelente partida, os Nerazzurri abriram o marcador com o atacante Icardi, que recebeu bom passe, dividiu com o goleiro e marcou. Mas, na segunda etapa, Belotti aproveitou a trombada de dois zagueiros da Inter e marcou o gol de empate.

Frank de Boer - Inter de Milão x Torino
De Boer tem sobrevida na Inter (Foto: Giuseppe Cacace / AFP)

O que parecia que seria mais um tropeço no Calcio transformou-se em alívio, principalmente para o técnico Frank de Boer. E também para o atacante Icardi, que conseguiu fazer o segundo gol dele na partida ao girar para cima do marcador e acertar um lindo chute, aos 43 do segundo tempo, garantindo a vitória da Inter.

LAZIO GOLEIA O CAGLIARI

A Lazio despachou o Cagliari nesta quarta-feira. A equipe romana fez 4 a 1, atuando no Estádio Olímpico. O destaque da partida foi o atacante Immobile, com dois gols. Felipe Anderson também deixou o dele. Keita completou o marcador.  O brasileiro Wallace, contra, fez o de honra para os visitantes no fim do jogo.

A goleada deixa a Lazio em quinto, com 18 pontos. Já o Cagliari tem 13, na 13ª colocação.

OUTROS JOGOS

Chievo 1 x 1 Bologna
Pescara 0 x 1 Atalanta