LANCE!
12/01/2016
11:38
Zurique (SUI)

A conquista da quinta Bola de Ouro por Lionel Messi foi destaque em praticamente todos os grandes centros do futebol mundial. Somente em Portugal, terra de Cristiano Ronaldo, que a premiação ficou um pouco 'esquecida'. Na Espanha, jornais da Catalunha e até de Madri reverenciaram o penta do camisa 10 do Barcelona. E na Argentina, exaltação a 'Leo'.

O "Mundo Deportivo" estampa a manchete 'Mão de Ouro', fazendo alusão à 'Mão de Deus', alcunha dada a Maradona após o gol contra a Inglaterra, na Copa do Mundo de 1986. Também da Catalunha, o "Sport" seguiu a mesma linha e adotou o 'Manita de Oro' (Mãozinha de ouro).

Ainda na Espanha, os periódicos de Madri também exaltaram a quinta conquista de Lionel Messi. O "As" reverenciou o argentino, classificando-o como um 'jogador eterno'. Já "Marca" diz que o camisa 10 do Barcelona 'reina na estratosfera do futebol' com o título: 'Leo V'.

Na Argentina, o "Olé" rasgou elogios à conquista de Messi, louvando a sua quinta Bola de Ouro e citando uma frase do jogador: 'Prefiro ganhar um Mundial'.

No país do gajo Cristiano Ronaldo, o feito de Messi ficou escondido. Dois dos três principais jornais do país preferiram dar destaque ao atacante Jonas, que balançou as redes três vezes pelo Benfica contra o Nacional, na goleada por 4 a 1. O brasileiro é o artilheiro do Campeonato Português, com 18 gols.

Em outro centros, como a França, Messi também foi reverenciado. O "L'Equipe" estampou o recorde do argentino, por ter conquistado a Bola de Ouro por cinco vezes.

Já na Itália... Os grandes veículos de comunicação não deram muita bola à conquista de Messi. O "TuttoSport", por exemplo, não fez nenhuma menção em sua capa, preferindo apostar em notícias sobre transferências. O "Corriere dello Sport" e o "La Gazzetta dello Sport" deixaram um espaço reduzido para Messi.