Neymar - Barcelona x Sevilla

Neymar tem contrato com o Barcelona até junho de 2018 (CESAR MANSO / AFP)

LANCE!
23/06/2016
21:11
Barcelona (ESP)

Informações contraditórias na Catalunha sobre a renovação do atacante Neymar com o Barcelona. Para o jornal "Sport", o camisa 11 pede que o clube se acerte logo com a DIS, grupo que contava com 40% dos direitos do jogador na época das negociações entre os catalães e o Santos.  Já o "Mundo Deportivo" garante que o imbróglio com empresa está à margem da ampliação do vínculo do brasileiro com os Blaugranas.

Segundo o jornal "Sport", Neymar está cansando de ser o pivô das brigas entre as duas partes.

Em 2015, a DIS denunciou Santos, Barcelona, Neymar e a família do atacante. A empresa alegou que os contratos da negociação que levaram Neymar à Catalunha foram adulterados para diminuir os lucros dos terceiros, o que teria gerado uma fraude de 40 milhões de euros (R$ 151 milhões, na cotação atual). No mesmo ano, a Justiça Espanhola acatou a acusação.

Disposto a negociar com a DIS, o Barcelona já teria enviado advogados ao Brasil para aparar as arestas com a empresa.

Segundo o "Mundo Deportivo", a diretoria entende que a relação com a DIS pode ser um "incêndio a ser apagado amistosamente", mas não tem planos de enviar representantes ao Brasil.

O recente acordo do Barça com o Fisco e Advogacia do Estado Espanhol afirma que os 40 milhões de euros recebidos pelo pai de Neymar correspondem a salário, o que favorece o Barcelona na batalha jurídica com a DIS.

Contratado na metade de 2013, Neymar tem contrato com o Barcelona até junho de 2018. A ideia das duas partes é renovar o vínculo até 2022. Paralelo às negociações, o Paris Saint-Germain teria se apresentado como uma opção para o atacante brasileiro.