Chapecoense x Independiente

Chapecoense venceu por 5 a 4 nos pênaltis. (Foto: NELSON ALMEIDA / AFP)

RADAR/LANCE!
28/09/2016
21:48
Chapecó (SC)

Chapecoense e Independiente voltaram a se enfrentar na noite desta quarta-feira, disputando uma vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Jogando na Arena Condá, equipes voltaram a empatar por 0 a 0, e nos pênaltis a Chape levou a melhor sobre o gigante argentino por 5 a 4 e avançou para a próxima fase. Danilo pegou quatro cobranças de pênalti e foi o herói da classificação. 

Na próxima fase da Copa Sul-Americana, a Chapecoense irá encarar o Junior Barranquilla, que assim como o time catarinense conseguiu sua vaga nos pênaltis, depois de empatar por duas vezes sem gols contra o Montevideo Wanderers.


O JOGO

Os argentinos começaram mais ligados e logo aos três minutos Danilo foi obrigado a fazer boa defesa. Rigoni recebeu bom passe de Rodríguez, bateu firme, mas parou nas mãos do goleiro da Chapecoense. Partida era bastante pegada e faltava criatividade na hora de construir as jogadas. Antes do intervalo, a Chape ainda conseguiu assustar com Canela, de cabeça, porém atacante viu Campaña afastar o perigo.

Na volta para a etapa final, o jogo começou totalmente diferente, com as duas equipes criando boas oportunidades. A Chapecoense perdeu uma chance inacreditável com Filipe Machado. O Independiente respondeu carimbando o travessão de Danilo. Dois minutos depois, foi a vez de Cleber Santana acertar o poste do time argentino. Partida ficou paralisada por cerca de 10 minutos, quando houve uma confusão entre torcedores do Independiente e policiais.

Na recomeço, Bruno Rangel entrou na Chapecoense e quase abriu o placar no primeiro toque na bola. Pouco tempo depois, Cleber Santana soltou uma bomba que explodiu na trave de Campaña. Por conta do tumulto, árbitro deu 12 minutos de acréscimos. Nos últimos instantes, Rigoni saiu cara a cara com Danilo e mandou para fora, quase marcando o gol da classificação. Com novo 0 a 0, disputa foi para os pênaltis. 

Cobranças de pênalti

Nas penalidades, Thiego e Cleber Santana desperdiçaram as primeiras cobranças para o time da casa, mas Danilo conseguiu defender duas do time da casa para deixa a Chape viva na competição. Na última série, Tiaguinho converteu a sua cobrança e Tagliafico parou nas mão de Danilo, que pegou quatro pênaltis garantindo a vaga para a Chapecoense. 

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0 (5) X (4) 0 INDEPENDIENTE

Data e hora: 28/09/16, às 19h15
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Roddy Zambrano (EQU)
Assistentes: Luis Vera (EQU) e Juan Macias (EQU)
Cartões amarelos: Thiego (CHA); Figal (IND)
Cartão vermelho: Não houve.
Público e renda: 10.530 pagantes e R$ 192.840,00
Gols: Não houve. 

CHAPECOENSE: Danilo; Gimenez, Thiego, Filipe Machado e Dener Assunção; Matheus Biteco, Josimar (Gil, 46'/2ºT) e Cleber Santana; Tiaguinho, Kempes (Bruno Rangel, 42'2ºT) e Ailton Canela (Lourency, 32'2ºT). TEC: Caio Júnior.

INDEPENDIENTE: Campaña; Toledo, Jorge Figal, Víctor Cuesta e Tagliafico; Diego Rodríguez, Ortiz e Cristian Rodríguez (Sánchez Miño, 52'/2ºT); Diego Vera, Meza (Martin Benitez, 41'/2ºT) e Rigoni. TEC: Gabriel Milito.