LANCE!
19/05/2016
10:30
Barcelona (ESP)

O fim do Campeonato Espanhol não colocou um ponto final na temporada de Barcelona e Real Madrid. Os gigantes ainda terão um jogo decisivo cada um para realizar neste mês de maio. No domingo, dia 22, o time catalão encara o Sevilla, no Vicente Calderón, na final da Copa do Rei. Por outro lado, os Merengues farão a decisão caseira da Liga dos Campeões contra o Atlético, no dia 28, em Milão.

O Barcelona entra como franco favorito diante do Sevilla. Principalmente pelo excelente momento que vive o seu ataque. Na temporada, o trio MSN marcou nada menos que 130 gols, disparado o mais letal da Europa. O Real Madrid, por sua vez, fez 'apenas' 100.

Luis Suárez puxa a fila de artilheiros. O Pistoleiro anotou nada menos que 59 gols em 2015/16, um recorde na carreira do jogador. Ele faturou a Chuteira de Ouro por ser o maior goleador de uma liga nacional no Velho Continente após marcar 40 gols no Campeonato Espanhol e ajudar o Barcelona a conquista o bi. Na Liga dos Campeões, ele deixou sua marca em mais oito oportunidades, mas foi insuficiente para os catalães, que pararam nas quartas de final.

Messi também teve grande contribuição no ataque do Barcelona. O jogador, que passou cerca de dois meses parado, fez 41 gols na temporada. No Campeonato Espanhol, o argentino deixou sua marca 26 vezes.

Messi, Suárez e Neymar
Messi, Suárez e Neymar formam ataque mortal (Foto: LLUIS GENE/AFP)

Neymar, por sua vez, foi o mais 'modesto' do trio. Foram 30 gols. 24 deles na liga nacional. Na Champions, o brasileiro não afiou sua veia de artilheiro e só marcou três vezes.

No Real, o 'matador' da temporada, como de costume, é Cristiano Ronaldo. O português é o goleador máximo da Liga dos Campeões, com 16 gols, e não vê nenhum rival por perto. No Campeonato Espanhol, foram mais 35 bolas na rede. Mas o gajo não esperava uma reação fantástica de Suárez nas rodadas finais para lhe roubar o posto de artilheiro.

Cristiano Ronaldo, Bale, James Rodriguez e Benzema - Real Madrid (Foto: Javier Soriano/ AFP)
Cristiano Ronaldo, Bale e Benzema pelo Real (Foto: Javier Soriano/ AFP)

Se Cristiano Ronaldo manteve o faro de gol, os dois outros integrantes do BBC não se saíram tão bem. As seguidas lesões de Benzema e Bale minaram as chances de uma produtividade maior. Principalmente por parte do galês, que desfalcou o Real Madrid em diversas ocasiões.

Ainda assim, Benzema entrou em campo em 35 partidas, marcando 28 gols. Destes, 24 foram no Campeonato Espanhol. Já Bale ainda foi mais ausente em jogos do Real Madrid. O ex-jogador do Tottenham atuou 30 vezes e foi às redes em 19 oportunidades.