LANCE!
20/11/2015
10:10
Madri (ESP)

O clássico do tamanho de Real Madrid e Barcelona, que acontece neste sábado no Santiago Bernabéu pelo Campeonato Espanhol, além de render notícias pelo que os seus craque fazem dentro de campo, agora também pelo que fazem fora das quatro linhas. E nem sempre são pelos melhores motivos. Desta vez, pelo menos cinco deles têm sido destaques fora da parte esportiva. Sendo quatro do clube catalão.

O caso mais recente é de um jogador do Real Madrid. Benzema foi acusado de chantagem e extorsão a Valbuena, meia do Lyon. O atacante do time da capital chegou a ficar detido na França para prestar depoimento, e até admitiu que mediou para outras pessoas. Tudo por causa da posse de um vídeo íntimo do meio-campo da seleção francesa.

O caso de Neymar é longo. A primeira polêmica envolve a ida para o Barcelona, em 2013. Durante a transferência, um empréstimo de dez milhões de euros (cerca de R$ 47 milhões) teria sido feito entre o clube catalão e a empresa do pai e empresário do jogador, a N & N Consultoria Esportiva e Empresarial, valor repassado sem qualquer garantia e juros, o que não caracteriza o empréstimo. A transferência do atacante segue investigada pela Fazenda Espanhola. Para piorar, problemas fiscais e acusações de evasão fiscal. Por tudo isso, Neymar pai até ameaçou uma saída do filho.

Os problemas de Messi e Mascherano também estão ligados à fraude. O ex-Corinthians chegou a admitir ter sonegado 1,5 milhão de euros (R$ 5,98 milhões) em impostos. Ele pagou 1,75 milhão (R$ 6,98 milhões) para ajuste de contas, já com juros. Mas ainda pode ir a julgamento.

Já o camisa 10 segue com problemas. Ele e o pai são julgados por evasão fiscal de 4,1 milhões de euros (R$ 16,3milhões), e o craque chegou a correr risco de ser preso.

Por fim, Piqué. O jogador tem sido alvo na Espanha por seu apoio à independência da Catalunha. Já virou comum o zagueiro do Barcelona ser vaiado em jogos pelo país, principalmente quando está defendendo a seleção. Sergio Ramos, zagueiro do Real Madrid e companheiro do culé na seleção, chegou a criticá-lo, dizendo que sua atitude não ajuda.