Ônibus - Huracán

Ônibus sofreu acidente nesta quarta-feira(Foto: Reprodução / Twitter)

LANCE!
10/02/2016
20:37
Caracas (VEN)

O acidente do ônibus do Huracán na Venezuela nesta quarta-feira, que chegou a capotar, não deixou vítimas fatais, mas um jogador sofreu um grave ferimento. Toranzo teve que amputar quatro dedos do pé esquerdo, conforme confirmou o médico do clube, Fernando Locasso. Ele garante ainda que isso não vai significar a aposentadoria do atleta.

- Toranzo teve que amputar parcialmente quatro dedos do pé esquerdo. Poderá seguir jogando, o dedão está bem, e é onde apoia a maior parte do peso do corpo - disse.

No entanto, o presidente do Globo, Alejandro Naur, negou que o jogador tenha passado por qualquer procedimento de amputação:

- Queremos levar tranquilidade. Toranzo tem só uma ferida, não lhe amputaram nenhum dedo. É uma barbaridade dizer que Pato teve quatro dedos amputados – disse Nadur à rádio “Continental AM 590”.

Naur foi além e garantiu ainda que Torazo estará presente no jogo diante do San Lorenzo, clássico que acontece no fim do mês pelo Campeonato Argentino:

- Houve uma limpeza sobre uma ferida importante e nada mais que isso. Falei com ele e o notei com muita raiva e ansioso para jogar no dia 28. Vai se recuperar rapidamente e o voltaremos a ver em campo – disse ao programa argentino “Fox Sports Radio”.

Outro jogador que ficou ferido, mas sem tanta gravidade, foi Diego Mendoza. Ele precisou passar por uma cirurgia para tirar os pedaço de vidro que ficaram na perna direita. Pablo Santella, preparador físico do time, sofreu uma fratura na pélvis.

O acidente aconteceu nesta quarta-feira, após a classificação do time para a fase de grupos da Copa Libertadores. A equipe eliminou o Caracas. O veículo teria perdido os freios em uma subida e acabou caindo para o lado quando o motorista procurava a pista de emergência.