Fernando Torres comemora gol de número 100 dele com a camisa do Atlético (Foto: Reprodução/Twitter/Atlético de Madrid)

Fernando Torres busca primeiro título no Atlético (Foto: Reprodução/Twitter/Atlético de Madrid)

LANCE!
26/05/2016
12:59
Madri (ESP)

Fernando Torres conhece bem o Atlético de Madrid. Revelado na base do clube, o atacante passou por muitos momentos no Vicente Calderón antes de rumar para o Liverpool, em 2007. De rebaixamento à volta à divisão de elite, só falta uma sensação para o 'El Niño' no time: conquistar um título. E o caneco pode vir justamente no principal torneio europeu e contra o maior rival. No sábado, o Colchonero encara o Real Madrid, em Milão, na final da Liga dos Campeões.

- Como colchonero, vivi tudo. Categoria de base, equipe profissional, rebaixamento, retorno à Primeira Divisão, luta pela Europa, despedida do clube. Agora me resta uma coisa a fazer como profissional e como jogador desta equipe. Vivi tudo que é possível com o Atlético com a exceção de ganhar um troféu e este é o maior de todos - comentou.

O atacante deixou o futebol espanhol em um período no qual o Atlético de Madrid era um mero coadjuvante. Após Diego Simeone assumir o comando do time, a situação se inverteu. Em cinco temporadas com o argentino, o Colchonero levantou uma Liga Europa, uma Copa do Rei, uma Supercopa da Espanha, uma Supercopa Europeia e um Campeonato Espanhol, além de ter chegado à final da Liga dos Campeões em 2013/14, perdendo justamente para o Real Madrid, rival deste sábado.

- Quando comecei a jogar na equipe profissional estávamos na Segunda Divisão. Agora estamos na final da Liga dos Campeões. Tudo é diferente, tudo mudou. Desde os jogadores, que são melhores, o clube, os campos de treinamento. Somos um dos melhores times da atualidade. Tudo melhorou e estou feliz por isso - disse.

Fernando Torres - Atlético de Madri
Torres marcou mais de 100 gols pelo Atlético (Foto: AFP)

Para o jogador, a rivalidade entre Atlético de Madrid e Real Madrid ficou ainda maior depois da final da Liga dos Campeões há dois anos.

- Somos dois times lutando pelo mesmo troféu, dois times da mesma cidade. Agora mesmo é o maior duelo.