Saída da torcida do Stade de France na sexta-feira (Foto: Franck Fife / AFP)

Saída da torcida do Stade de France na sexta-feira (Foto: Franck Fife / AFP)

LANCE!
16/11/2015
16:01
Paris (FRA)


Ídolo do futebol francês e artilheiro da Copa do Mundo de 1958, o ex-jogador Just Fontaine acredita que a França não tem condições para sediar a Eurocopa de 2016 após o atentado terrorista que vitimou 132 pessoas, na última sexta-feira, em Paris.

- Me parte o coração falar sobre isso. Ficaria muito feliz ao ver a França organizando a Eurocopa, mas creio que o país deve renunciar a ser sede do campeonato - disse o ex-jogador ao jornal "Die Welt".


Resignado, Fontaine não sugere uma outra sede, mas reforça que a França não tem como garantir a segurança necessária para seguir como sede da Eurocopa.

- Qualquer outro país pode organizar o torneio. Menos nós. Tenho muito medo que aconteça novamente uma sexta-feira como a última - disse.

Fontaine estava no Stade de France quando três bombas explodiram nas cercanias do local por suicidas. A França enfrentava a Alemanha diante de 80 mil pessoas. No Centro da Cidade Luz, terroristas atiravam contra civis numa casa de show e em restaurantes da capital. 

- Você acredita que as pessoas vão novamente ao Stade de France? Eu nunca tive tanto medo na vida - encerrou.