HOME - Wolfsburg x Gent - Liga dos Campeões - Luiz Gustavo (Foto: Odd Andersen/AFP)

Wolfsburg eliminou o poderoso Manchester United na fase de grupos desta Champions (Foto: Odd Andersen/AFP)

LANCE!
18/03/2016
15:02
Wolfsburgo (ALE)

O grande cabeça do Wolfsburg - adversário do Real Madrid nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa -, é espanhol. Membro influente do Conselho de Administração, Francisco Javier García Sanz, o homem-forte dos Lobos, já declarou ser torcedor dos Merengues, informou o site do jornal "AS", nesta sexta-feira.

Na Alemanha, comenta-se que Francisco Javier García Sanz é amigo pessoal do presidente do Real Madrid, Florentino Pérez.

García Sanz começou o trabalho em 2004 e teve de se desdobrar para salvar os Lobos da queda para a Segunda Divisão logo na primeira temporada. Na época, Wolfsburg tinha pouco peso. Era o clube de uma cidade artificial, feita para alojar os empregados que trabalhavam na Volkswagen.


A primeira grande decisão do espanhol foi contratar Felix Magath, ex-técnico do Bayern de Munique, e lhe dar plenos poderes. A aposta deu certo. O sisudo e muitas vezes antipático treinador levou o Wolfsburg ao primeiro título alemão, em 2008-2009, com o atacante Grafite como um dos grandes protagonistas, ao do de Dzeko, hoje na Roma.

Após o título, Sanz virou presidente. Com o apoio da Volkswagen, levou o Wolfsburg às primeiras colocações na Alemanha e passou a incomodar o Bayern de Munique. No início desta temporada, o time levou a melhor sobre os bávaros na Supercopa da Alemanha e, no ano passado, goleou a equipe de Pep Guardiola por 4 a 1. Isso sem contar no título da Copa da Alemanha, conquistada em triunfo categórico sobre o Borussia Dortmund.

Com Sanz, o Wolfsburg, apontado como a grande zebras das quartas, passou a fazer investimentos pesados no elenco. Neste ano, o clube gastou 32 milhões de euros (R$ 129,6 milhões) por Schürrle e 36 milhões (R$ 145,8 milhões) por Draxler. A meta é alcançar a semifinal. É sonhar alto?