HOME - Brasil x Peru - Eliminatórias para Copa-2018 - Gil e Guerrero (Foto: André Mourão/MoWA Press)

Guerrero tenta levar o Peru ao seu segundo triunfo nas Eliminatórias. Mas o Equador, mesmo sendo visitante e vindo de derrota para o Brasil, assusta  (Foto: André Mourão/MoWA Press)

RADAR/LANCE!
05/09/2016
19:55
Lima (PER)

Peru e Equador, duas seleções que perderam na rodada passada das Eliminatórias sul-americanas, fazem um jogo decisivo nesta terça-feira, no Estádio Nacional de Lima, às 23h15min. Para os peruanos, em penúltimo com quatro pontos, a vitória é essencial para o moral da equipe, que venceu apenas um jogo em sete e está cada vez mais longe da zona de classificação. O Equador, nocauteado após ser goleado por 3 a 0 pelo Brasil em Quito - perdendo a invencibilidade em casa na competição - um tropeço pode significar a sua saída do G4. O jogo começa às 23h15min (de Brasília).

- Temos de vencer. Esta é a nossa única possibilidade para seguir com vida nas Eliminatórias. Nem mesmo o empate servirá - disse o atacante do Flamengo Paolo Guerrero, indicando que o jogo é de vida ou morte para uma seleção que, embora ainda não tenha chegado a 50% dos jogos nas Eliminatórias, não mostra futebol para brigar por uma vaga à Rússia.

- Enquanto tivermos chances, vamos brigar. Mas sabemos que temos de sair de campo com um bom resultado - completou Ricardo Gareca, treinador argentino que comanda os peruanos.

Gareca, que começou o jogo contra a Bolívia com Guerrero no banco por temer o efeito ada altitude de La paz, volta com o seu astro maior, que terá a companhia de Ruidiaz. Outra mudança é a entrada de Yotún na lateral.

No Equador há apenas uma mudança. Com o lateral-direito Paredes cumprindo suspensão por causa da sua expulsão contra o Brasil, Gustavo Quinteros adaptará o curinga Antonio Valencia no setor.    

FICHA TÉCNICA
PERU X EQUADOR
ELIMINATÓRIAS SUL-AMERICANAS - 8ª RODADA
DATA E HORA:
6/9/2016 - 23h15min (de Brasília)
ÁRBITRO: Wilmar Roldán (Colombia)

PERU: Gallese; Corzo, Araujo, Luis Abram e Trauco; Yotún, Aquino, Edison Flores e Christian Cueva; Ruidíaz e Guerrero. TEC: Ricardo Gareca.

EQUADOR: Domínguez; Antonio Valencia, Achiller, Mina e Ayovi; Noboa, Gruezo, Montero e Enner Valencia; Bolaños e Caicedo. TEC: Gustavo Quinteros.