Onibus Huracan

Ônibus Huracán tombou a caminho do aeroporto em Caracas, na Venezuela (Foto: Reprodução / Twitter)

RADAR/LANCE!
11/02/2016
12:44
Caracas (VEN)

O grupo de jogadores do Huracán já retornou à Argentina após o acidente sofrido na última quarta-feira, na Venezuela. A informação foi confirmada em comunicado divulgado pelo clube na manhã desta quinta-feira. A nota diz também que Patricio Toranzo, Diego Mendoza e Pablo Santella, que estão internados, estão evoluindo bem e estão acompanhados por membros da diretoria. Eles vão retornar assim que receberem alta.

No entanto, o texto divulgado pelo clube não tem informações sobre o verdadeiro estado de saúde de Toranzo. O médico do Huracán tinha dito que o jogador amputou quatro dedos, mas o presidente do clube negou em seguida. O jornal “AS” publicou uma foto que seria do pé do jogador com os dedos mutilados.

O ônibus que transportava o time tombou a caminho do aeroporto de Caracas, depois da partida que o time perdeu por 2 a 1 para o Caracas. Porém, mesmo com o revés, a equipe argentina conseguiu a classificação para a fase de grupos da Libertadores.

Confira a íntegra do comunicado do Huracán:

Novo comunicado sobre o acidente do plantel na Venezuela. Sem dano das declarações dadas pelo presidente Nadur e pelo médico Locasso levando tranquilidade aos familiares dos jogadores e informando aos sócios, torcedores e simpatizantes sobre o ocorrido e suas consequências, avisamos do regresso do plantel no dia de hoje. Logo o farão também os hospitalizados, que voltarão junto com a direção. Patricio Toranzo, Diego Mendoza e Pablo Santella evoluem favoravelmente. Agradecemos de coração as demonstrações de afeto dos torcedores, jogadores e diretores diante do ocorrido e queremos ressaltar os comunicados de Matías Lammens e Miguel Mastrosimone Presidente e secretário do CASLA a quem aproveitamos e felicitamos pelo título assegurado. Finalmente, o jogo contra o Tigre, tal como anunciou AFA, foi postergado.