Girona x Real Madrid

Após sair atrás, o Girona se superou e bateu o Real Madrid (Foto: Reprodução / Twitter / La Liga)

LANCE!
29/10/2017
15:07
Girona (ESP)

Não houve grandes manifestações políticas em Girona, neste domingo, mas não faltou vibração efusiva. Jogando em casa, o time da cidade catalã fez história ao bater o Real Madrid, de virada, por 2 a 1, em duelo válido pela décima rodada do Campeonato Espanhol. Stuani e Portu foram os artilheiros da vitória. Do outro lado, Isco foi o autor do gol que inaugurou o placar.  

A segunda derrota do Real no Espanhol deixa os Merengues estacionados nos 20 pontos, a oito do líder Barcelona, e na terceira posição - abaixo ainda do Valencia, vice-líder, com 24. Após um começo instável, o Girona, que teve o brasileiro Douglas Luiz no banco, alcançou o segundo triunfo consecutivo, que o permite subir ao 11º lugar, com 12 pontos. 

O JOGO

Relativizando as ambições de ambas as equipes, tanto Girona quanto Real Madrid buscam embalar na competição. Diante de seu torcedor no Montilivi, o time da casa iniciou o confronto pilhado e sem deixar o seu estilo ofensivo de lado. No entanto, apesar de duas bolas na trave, saiu atrás no marcador. 

Justamente no lance seguinte de uma bola na trave de Casilla, via Stuani, o Real Madrid puxou um rápido contra-ataque, em que Cristiano Ronaldo cortou para dentro, finalizou cruzado, e Isco aproveitou o rebote: 1 a 0, o placar parcial.

Na segunda etapa, o técnico Zinedine Zidane, sem poder escalar Navas e Bale, buscou corrigir erros defensivos, uma vez que a sua equipe deixava muitos espaços, o que não é comum. Sem êxito. Se já havia ficado perto de comemorar antes do intervalo, aos nove minutos da segunda etapa, Stuani esbanjou oportunismo e deixou tudo igual - o seu quinto gol na Liga. 

E a virada não tardou a sair. Impulsionado pela torcida, o insinuante Portu fez o segundo de sua equipe, após, em posição duvidosa, escorar um chute cruzado de Maffeo. Com um Cristiano Ronaldo apagado e ainda distante das exibições que o consagram como o melhor jogador de 2016/17, o Real pouco criou para, ao menos, sair da Catalunha com um ponto. Já a entrega comovente do Girona foi coroada com os tês pontos, uma façanha para um debutante.