icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/08/2015
16:56

Tricampeão da Copa Libertadores, o River Plate não estará a passeio no Japão no fim do ano. Em entrevista ao jornal "Clarin", o técnico dos Millonarios, Marcelo Gallardo, prometeu que os argentinos não farão feio diante da provável final contra o Barcelona de Messi, Neymar e Luis Suárez.

- Minha ideia é tentar jogar de igual para igual. Tenho uma equipe preparada mentalmente e fisicamente para esse desafio.

Para Marcelo Gallardo, numa final entre catalães e portenhos, as chances estão igualadas. O que pode fazer a diferença a favor do adversário é o poder financeiro.

- No papel, o Barça mantém uma base há seis anos. Nós montamos o time e tivemos de desarmá-lo. Neste sentido, estaremos em desvantagem. Não podemos concorrer com uma potência financeira da Europa, na teoria.

River Plate, Barcelona, América do México Auckland City, da Nova Zelândia, são os únicos definidos no próximo Mundial de Clubes. Sul-americanos e europeus já entram na competição nas semifinais. As próximas três vagas serão ocupadas pelos campeões da J.League, Liga dos Campeões da Ásia e Liga dos Campeões da África.

Tricampeão da Copa Libertadores, o River Plate não estará a passeio no Japão no fim do ano. Em entrevista ao jornal "Clarin", o técnico dos Millonarios, Marcelo Gallardo, prometeu que os argentinos não farão feio diante da provável final contra o Barcelona de Messi, Neymar e Luis Suárez.

- Minha ideia é tentar jogar de igual para igual. Tenho uma equipe preparada mentalmente e fisicamente para esse desafio.

Para Marcelo Gallardo, numa final entre catalães e portenhos, as chances estão igualadas. O que pode fazer a diferença a favor do adversário é o poder financeiro.

- No papel, o Barça mantém uma base há seis anos. Nós montamos o time e tivemos de desarmá-lo. Neste sentido, estaremos em desvantagem. Não podemos concorrer com uma potência financeira da Europa, na teoria.

River Plate, Barcelona, América do México Auckland City, da Nova Zelândia, são os únicos definidos no próximo Mundial de Clubes. Sul-americanos e europeus já entram na competição nas semifinais. As próximas três vagas serão ocupadas pelos campeões da J.League, Liga dos Campeões da Ásia e Liga dos Campeões da África.