LANCE!
16/12/2016
16:11
Xangai (CHN)

O futebol chinês chamou a atenção no início de 2016 pelos altos valores pagos na transferências de jogadores. No entanto, a ganância dos dirigentes parece estar só começando. Depois de desembolsar milhões de euros na contratação de diversos expoentes, como Hulk, Alex Teixeira e Jackson Martínez, o país volta ao centro das atenções e promete bater de frente com os gigantes da Europa.

Nesta semana, o noticiário internacional vem destacando o poderio financeiro dos chineses. Em poucos dias, nomes como Messi, Tevez, Oscar e Fàbregas vêm aparecendo com força como possível destino os principais clubes da Super Liga. E como a janela de transferências vai ser reaberta em janeiro, a tendência é que mais especulações e acertos se desenrolem nas próximas semanas.

O caso que parece mais próximo de acontecer é o de Oscar. Reserva no Chelsea, ele pode desembarcar no futebol chinês por uma quantia de até 60 milhões de libras (R$ 252 milhões), que o Shanghai SIPG já acenou pagar. Além disso, o brasileiro poderia receber cerca de 20 milhões de libras (R$ 84 milhões) com os impostos já descontados, o que seria um grande atrativo para trocar Londres por Xangai.

HOME - Maccabi Tel Aviv x Chelsea - Liga dos Campeões - Oscar (Foto: Jack Guez/AFP)
Oscar atuou em 11 partidas na temporada (Foto: Jack Guez/AFP)

Quem também está balançado com uma possível transferência para a China é Carlitos Tevez. O atacante teria recebido uma proposta do Shanghai Shenhua, segundo o "Mirror", e receberia 80 milhões de dólares (R$ 265 milhões) por duas temporadas. No entanto, o que pode prendê-lo em Buenos Aires é o amor pelo Boca Juniors e por estar perto da família, o que o trouxe de volta quando deixou a Juventus. Mas a crise no clube pode abreviar sua passagem pelos Xeneizes.

Outro que foi especulado na China foi Lionel Messi. Segundo a "Sky Sports", o Hebei Fortune estaria disposto a oferecer 500 milhões de euros (R$ 1,7 bilhão) por um contrato de cinco anos (R$ 354 milhões por temporada) ao argentino, que seria companheiro do compatriota Lavezzi e do marfinense Gervinho. Contudo, é difícil de o craque sair do Barcelona, que já tem engatilhado um novo compromisso com o jogador.

Gervinho - Hebei Fortune
Gervinho pode ser companheiro de Messi (Foto: STR / AFP)

Quem também é cobiçado pelo futebol chinês é o meia Fàbregas, também do Chelsea. O jogador despertou o interesse do Guangzhou Evergrande, atual campeão do país e que é treinado pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari. O clube estaria disposto a pagar 40 milhões de libras (cerca de R$ 167 milhões) para contar com o espanhol. Mas os Blues não devem ceder facilmente à investida da equipe asiática nesta janela de transferências de janeiro.

O Hebei mostra mesmo que tem uma fortuna para gastar. Além do possível montante para Messi, o clube também aposta suas fichas no meia Lucas Lima, do Santos. Segundo o empresário Wagner Ribeiro, é algo em torno de 20 milhões de dólares (R$ 67,8 milhões) por temporada.

HULK AINDA LIDERA COMO O MAIS CARO DA CHINA

A confirmação de que Hulk seria o mais novo integrante do esquadrão brasileiro na China pegou a todos de surpresa no fim do mês de junho. O Shanghai SIPG pagou 55 milhões de euros (R$ 194,8 milhões na cotação atual) pelo atacante, no que é, até o momento, o maior montante pago por um time chinês por um jogador.

Depois dos valores pagos a Hulk, quem dominou as ações na China foi Alex Teixeira. O Jiangsu Suning, que também levou Ramires, pagou 50 milhões de euros (R$ 177 milhões) para tirar o brasileiro do Shakhtar Donetsk. O que mais impressionou na negociação, fechada no início do ano, foi que o jogador era cobiçado por grandes clubes da Europa, como o Chelsea.

Jackson Martinez - Guangzhou Evergrande
Jackson Martínez ainda não emplacou na China (Foto: STR / AFP)

Fechando o Top-3 está o colombiano Jackson Martínez. Apesar de ter sido campeão nesta temporada, ele não foi bem em seu primeiro ano após o Guangzhou Evergrande ter pago 42 milhões de euros (R$ 148,7 milhões) ao Atlético de Madrid.