Estadio Vicente Calderón

Vicente Calderón pode abrigar a final da Copa do Rei entre Barcelona e Alavés (Foto: Divulgação)

LANCE!
09/02/2017
13:07
Madri (ESP)

O Barcelona chegou mais uma vez à decisão da Copa do Rei, desta vez contra o Alavés, e surge um dilema comum na Espanha: onde será a partida que vai coroar o campeão da competição? De acordo com o jornal "Mundo Deportivo", o estádio que receberá a final - no dia 27 de maio - deve ser oferecido pelo clube que o administra para, em seguida, chegar a um acordo entre os finalistas e a Real Federação Espanhola de Futebol.

Quatro arenas aparecem como favoritas para receber a decisão: Vicente Calderón (Atlético de Madrid), San Mamés (Athletic Bilbao), Santiago Bernabéu (Real Madrid) e Camp Nou (Barcelona).

Como em outras edições da Copa do Rei, o Real Madrid não estaria disposto a liberar o Bernabéu, que é o palco preferido dos catalães, uma vez que fica no centro do país, é o segundo maior estádio da Espanha (atrás apenas do Camp Nou) e seria uma chance de conseguir mais ingressos para sócios e torcedores do clube, aumentando a receita. No entanto, os Merengues já teriam programado uma reforma no local com antecedência.

O local preferido do Alavés é o San Mamés, que foi reformado recentemente. Contudo, três dias após a decisão da Copa do Rei, a banda Guns N' Roses fará um show no local. Uma apresentação deste porte exige, no mínimo, cinco dias de preparação.

Uma opção seria o Camp Nou, que sediou a final na última temporada. No entanto, o Alavés não deve aceitar atuar na casa do Barcelona, uma vez que a torcida ficaria praticamente toda ao lado dos donos da casa.

Com três dos principais estádios praticamente vetados, sobraria o Vicente Calderón, em Madri. Caso aceitem, Barcelona e Alavés fariam a despedida do estádio, uma vez que o Atlético de Madrid terá um novo espaço a partir da próxima temporada. Os colchoneros já teriam aceitado liberar o palco para a final.

Caso nenhum dos quatro estádios sejam liberados, a decisão deve ficar para o Mestalla, casa do Valencia, que sediou três das últimas oito finais de Copa do Rei.